Vice-presidente do Secovi fala sobre a retomada das imobiliárias em Goiânia no TBC 1

Benjamin Ragonezi abordou os cuidados tomados para a reabertura nos escritórios e comentou aspectos da convivência em condomínios na pandemia

A apresentadora Michelle Bouson e o vice-presidente do Secovi, Benjamin Ragonezi, nos estúdios da TBC

Junto com os mercados municipais, as empresas imobiliárias estão em um dos primeiros setores na agenda de reabertura escalonada do comércio colocada em prática a partir desta segunda-feira, 1º de junho, pela prefeitura de Goiânia. Para comentar o assunto, a apresentadora do TBC 1, Michelle Bouson, recebeu no estúdio da TV Brasil Central o vice-presidente do Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias de Goiás (Secovi), Benjamin Ragonezi.

Para ele, os governos estadual e municipal entenderam que a atividade é de baixo impacto para proliferação do vírus e a parada das atividades, a partir de março, levaram as empresas a acelerar o atendimento digital. “Todo pré-atendimento do cliente hoje é feito online, pelo site da imobiliária, redes sociais e aplicativos. É possível você fazer até um tour virtual pelo apartamento ou outro imóvel que você queira alugar ou comprar”, disse Ragonezi.

Segundo o dirigente do Secovi Goiás, quando chega o momento de o cliente visitar o imóvel presencialmente, isso é feito com agendamento prévio e o corretor toma todas as precauções necessárias para não expor o cliente e também não se expor ao risco de contágio. Na entrevista da coluna Bate-papo do Dia, Benjamin Ragonezi falou também dos impactos causados no setor pela crise do coronavírus e de como anda a relação entre condôminos e síndicos nos condomínios residenciais da capital. 

Confira a entrevista completa:

ABC Digital