Vice-governador destaca o novo formato do programa O Mundo em sua Casa

Lincoln Tejota foi o primeiro entrevistado nesta nova fase do tradicional noticioso, que passou a ser transmitido simultaneamente pelas rádios Brasil Central, TBC e internet

Em entrevista concedida nesta quinta-feira, 1º de julho, ao O Mundo em sua Casa, o vice-governador Lincoln Tejota destacou o novo formato do tradicional noticioso. O programa, em nova fase, passou a ser transmitido simultaneamente pelas rádios Brasil Central AM e RBC FM, TV Brasil Central e internet. “Esse novo formato do programa, a forma com que a ABC está trabalhando, isso precisa ser copiado, elogiado e fortalecido”, afirmou.

Ele cumprimentou toda a equipe da Agência Brasil Central, nas pessoas dos apresentadores do programa, do presidente Reginaldo Júnior e todos os diretores. “Quero contribuir muito para esse bom momento da comunicação e de construir um governo que comunica, que alcança as pessoas”, disse. Lincoln Tejota ressaltou que o governo estadual faz uma administração de gestão e transparente, sendo que a transparência é exercida através da comunicação. Conforme ele, a imprensa desempenha importante papel, ao unir o cidadão ao governo.

Explicou que, quando o governador Ronaldo Caiado fala em devolver o Estado aos goianos, isso não é um simples jargão, mas significa devolver serviços de qualidade na saúde e na segurança, entre outras áreas. E para saber sobre os serviços públicos prestados pelo Estado, o cidadão precisa ter acesso à informação. “Queremos, sim, poder conhecer os problemas e a realidade da população, para tratar desses problemas de forma incisiva e resolutiva, é o que estamos fazendo”, declarou.

Educação

Conforme o vice-governador, a educação é uma das prioridades do Governo Estadual. Citou estudo que aponta que grande parte das profissões do futuro, dos próximos dez anos, ainda não existe, e por isso é preciso preparar os jovens. Ele salientou a reforma e estruturação física das escolas. E também a instalação dos laboratórios de robótica do projeto Include, que trazem o que tem de melhor no mundo de tecnologia, programação e informação; priorizando as regiões mais carentes, como o Nordeste Goiano e a Região Metropolitana de Goiânia.

“Isso, com certeza, vai preparar e vai levar esse jovem a ter uma melhor noção do que está acontecendo no mundo, das profissões que podem vir e como ele pode trabalhar”, ponderou. Acrescentou que essa ação está sendo realizada de forma pública e gratuita para os alunos dos colégios públicos estaduais.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.