UFG seguirá com maioria das aulas de forma remota em 2021

Reitor Edward Madureira falou sobre o assunto no TBC2

A Universidade Federal de Goiás (UFG) tem tido a maioria de suas aulas de graduação realizada de forma remota neste ano e assim seguirá em 2021. A informação foi confirmada pelo reitor da universidade, Edward Madureira, em entrevista ao telejornal TBC2 nesta quarta-feira, 9.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, recuou da decisão publicada no início deste mês de definir o reinício das aulas presenciais em instituições públicas e particulares de ensino a partir do próximo dia 4 de janeiro. Em nova resolução publicada nesta quinta-feira, 10, o ministro homologa decisão do Conselho Nacional de Educação (CNE) de permitir aulas remotas até o final de 2021.  

Na conversa por videochamada com o apresentador Guilherme Rigonato, o professor Edward Madureira disse que a decisão tomada pela UFG está de acordo com o planejamento aprovado pelo Conselho Universitário. Segundo ele, a universidade termina em janeiro próximo as atividades letivas do primeiro semestre de 2020 e as do segundo semestre de 2020 começarão de forma remota em fevereiro de 2021.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.