Turismo de Goiás registra quarto maior crescimento do País em 2021

Depois da retração no primeiro ano da pandemia, o crescimento foi de 34,2% no período sobre 2020, impulsionado pelo interesse dos goianos em explorar o próprio Estado

Depois da retração no primeiro ano da pandemia, o setor de turismo em Goiás cresceu 34,2% no ano passado em comparação com 2020, segundo dados do Intituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Estado foi o quarto com maior avanço no País no período, ficando atrás apenas da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Sul. Cidades como Goiás, Pirenópolis, Caldas Novas, Rio Quente, Aruanã, Alto Paraíso, Cavalcante e Trindade foram os destinos turísticos mais procurados. O assunto foi tema de reportagem exibida em O Mundo em sua Casa desta quinta-feira (17).

As secretarias municipais de Turismo estão otimistas em relação a esse crescimento. “Nossa expectativa é que neste ano de 2022, com a vacinação inclusive das crianças,  o turismo retome com mais força, especialmente para atender esse setor que foi tão penalizado”, declarou o secretário de Turismo da cidade de Goiás, Rodrigo Borges Santana. A secretária de Turismo de Pirenópolis, Vanessa Leal, disse acreditar que 2022 será o ano da retomada das atividades econômicas do turismo em seu pleno funcionamento.

Segundo o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, o crescimento do setor foi impulsionado principalmente pelo interesse dos goianos em explorar mais o próprio Estado. “O goiano, que costuma viajar muito para os Estados Unidos, Portugal ou para a praia, com a pandemia, foi conhecer o seu Estado”. Ele apontou ainda as ações do Governo Estadual, como a concessão de crédito visando sustentar os pequenos empresários e boas estratégias de trabalho alinhadas com os secretários municipais de turismo. O próximo passo é atrair os visitantes de outros países, já pensando na internacionalização do aeroporto de Goiânia, acrescentou.

ABC Digital

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.