TJ-GO suspende atendimento presencial e prorroga prazos

Medida foi adotada pelo presidente Carlos Alberto França, em conjunto com órgãos do sistema de Justiça, por causa do avanço da pandemia em todo o Estado de Goiás

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás decidiu suspender o atendimento presencial em Goiânia e em todas as comarcas no interior, bem como prorrogar os prazos processuais em autos físicos até o dia 28 deste mês. A informação foi dada hoje, 11, pela juíza Sirlei Martins da Costa, auxiliar da Presidência do TJ-Goiás, em entrevista ao programa Primeira Hora da RBC FM. Ela ressaltou que a decisão do presidente Carlos Alberto França leva em conta a situação da Covid-19 em todo o Estado, cujos dados divulgados pela Secretaria da Saúde indicam um quadro cada vez pior.

Sirlei Costa explicou que o atendimento presencial foi retomado em parte no mês de agosto do ano passado, mas boa parte dos servidores foram mantidos em Home Office. Esta semana, após avaliação que envolveu também a OAB, Ministério Público e Defensoria Pública, diante da intensificação do problema, todo o atendimento presencial foi suspenso. A juíza informou que muitas audiências continuam ocorrendo por videoconferência, sem prejuízos às partes interessadas. Além disso, a grande maioria dos processos já tramitam em meio digital, o que viabiliza o teletrabalho. Sirlei Costa orientou a quem precisa dos serviços do Tribunal para entrar no site (www.tjgo.jus.br) e clicar no link Painel Covid, para encontrar todos os canais disponibilizados para o acesso aos serviços.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.