TBC Debate focaliza a decisão da Justiça de soltar o médium João de Deus

A delegada Karla Guimarães, coordenadora do Grupo Estadual de Repressão a Estupros da Polícia Civil, e o advogado criminalista Danilo Vasconcelos, discutiram a decisão da Justiça de conceder liberdade ao médium João de Deus, no programa TBC Debate de terça-feira, 21. Para Karla Guimarães, João de Deus não deve ser solto, porque já foi julgado e condenado por diversos crimes, com penas que chegam a mais de 70 anos. Além disso, ainda tem influência e poder econômico que podem afetar a continuidade das investigações e causar risco à ordem pública. Já o advogado Danilo Vasconcelos sustenta que a soltura de João de Deus tem respaldo na legislação, além do que, tecnicamente, ele continua privado de liberdade em prisão domiciliar, com uso de tornozeleira, o que favorece o monitoramento de todas as suas ações.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.