TBC bate recorde de audiência no canal do YouTube

Nesta quarta-feira, 6, foram registradas 113.813 visualizações da cobertura, em Brasília, do evento do anúncio do apoio do governador Ronaldo Caiado ao presidente Jair Bolsonaro

A TV Brasil Central bateu recorde de audiência durante a cobertura ao vivo do encontro em Brasília, realizado nesta quinta-feira, 6. Mais de 113 mil pessoas acessaram o canal da emissora no YouTube para assistir à declaração de apoio do governador Ronaldo Caiado ao presidente Jair Bolsonaro, no segundo turno da eleição.

Durante a apresentação do Jornal Brasil Central, com os apresentadores Débora Moraes e Rafael Vasconcelos, a programação bateu recorde de 8 mil pessoas assistindo, ao vivo, o canal do YouTube da TV Brasil Central. Em instantes após o término do telejornal, foi registrado um total de 113. 813 visualizações. 

A união de esforços dos profissionais da emissora fez com que chegasse a todo o Brasil informações, em primeira mão, do posicionamento oficial do governador de Goiás Caiado. A Brasil Central foi a única emissora goiana a transmitir ao vivo a reunião, contando com duas equipes de reportagem e produção na capital federal. Telespectadores e internautas puderam assistir a entradas ao vivo, com informações atualizadas. 

Crescimento

“Eu acho que o recorde (de audiência no YouTube) mostra que a Brasil Central está no caminho certo: fazendo jornalismo, debate e ouvindo todos os lados. Eu acredito que a Brasil Central foi uma das únicas empresas de comunicação que produz debates ouvindo todos os lados. Então, o caminho está certo. Esse crescimento é normal, porque nós estamos fazendo o que o povo quer ver”, destacou o presidente da Agência Brasil Central (ABC), Reginaldo Júnior.

De acordo com o diretor de Telerradiojornalismo da Agência, Rafael Vasconcelos, a Brasil Central é atualmente a grande força da comunicação brasileira nas redes sociais, seja no YouTube ou no Instagram. “Os números são impressionantes, porque a gente leva ao público debate, informações e notícia em tempo real, quando ela acontece”, afirmou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.