TBC 1 mostra interdição de festa em chácara de Aparecida de Goiânia

Secretário municipal de Meio Ambiente, Claudio Everson falou do aumento desse tipo de infração durante a pandemia de Covid-19 no município

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Aparecida de Goiânia, Claudio Everson, e a apresentadora Michelle Bouson, nos estúdios da TBC

Com apoio de policiais militares, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Aparecida de Goiânia interditou, na noite desta segunda-feira, 6, uma festa com cerca de 100 pessoas numa chácara no Setor Jardim Paraíso. A festa desrespeita decreto municipal com medidas de prevenção à disseminação do novo coronavírus. 

As equipes foram até o local depois de a PM receber denúncias de moradores. Na chácara, foram apreendidos os aparelhos de som e lavradas multas no valor de R$ 10 mil tanto para o proprietário do imóvel quanto ao organizador da festa.

Segundo o secretário Claudio Everson, a secretaria estuda ainda formas de multar os convidados da festa em R$ 106 por CPF pelo não uso de máscara. Everson diz que a chácara já havia incorrido em infrações do tipo antes da pandemia, por pertubação do sossego público. Ele relata também um grande aumento no número de denúncias do tipo desde o início da crise da Covid-19.

“Desde março, início do período de pandemia, até maio triplicou o número de denúncias que temos recebido em relação a festas e poluição sonora. Só neste fim de semana, de sexta-feira para cá já foram quatro interdições desse tipo com grande número de pessoas”, disse em entrevista nesta terça, 7, ao telejornal TBC 1, da TV Brasil Central. 

Confira a entrevista completa:

ABC Digital