Soja, carne e álcool lideram ranking 2019 do valor da produção em Goiás

Esses produtos, segundo o técnico de informações do IBGE Alessandro de Siqueira Arantes, são o carro-chefe da economia goiana, que tem crescido e contado com a industrialização dos mesmos no próprio estado

A carne bovina, o álcool e os subprodutos da soja lideram o ranking do valor de produção em Goiás, segundo dados da pesquisa industrial anual de 2019 feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No Brasil, o valor da produção agrícola, no mesmo ano, cresceu 5,1% atingindo R$ 361,0 bilhões, novo recorde na série histórica iniciada em 1974. Em entrevista hoje (22/7), ao programa O Mundo em Sua Casa, o técnico em informações geográficas e estatísticas do IBGE Alessandro de Siqueira Arantes informou que esses produtos fazem parte de um setor que mantém em crescimento o ritmo da economia em Goiás.

“São produtos que já vinham ocupando essas três primeiras posições nos últimos anos da pesquisa”, afirmou, onde, como exemplo, a indústria goiana é responsável por 18,6% da produção de óleo de soja refinado no país, sendo Goiás o segundo estado que mais produz soja no Brasil, perdendo apenas para o Mato Grosso.

Segundo Alessandro, esse número positivo é um retrato disso e significa também que Goiás está conseguindo agregar valor à produção, com o aumento da produção industrial do óleo, dos derivados das carnes e do álcool. “A maior parcela da produção de soja em Goiás está sendo beneficiada aqui dentro do Estado, gerando valor para a economia goiana”, assegurou, acrescentando que a economia goiana é movida, em grande parte, pela agricultura e a pecuária, gerando alimentos e derivados, com o valor agregado em função da industrialização crescente.

 

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.