Secretário diz que não há surto de leishmaniose em Alto Paraíso

Fernando Couto diz que essa é uma campanha falsa para prejudicar o turismo na Chapada dos Veadeiros e a economia local e que hoje há somente um caso em tratamento no município

Secretário de Saúde de Alto Paraíso de Goiás, Fernando da Silva Couto tranquilizou a população local e os turistas, no Jornal Brasil Central Edição da Noite desta terça-feira, 21, de que não existe surto de leishmaiose por lá, conforme algumas pessoas mal intencionadas tentam divulgar, colocando faixas na beira da estrada que dá acesso ao município. Ele deu entrevista ao apresentador Túlio Isac Filho, observando que isso é uma fake news com o intuito de prejudicar a economia de Alto Paraíso, que tem sua economia baseada no turismo ecológico, especialmente neste momento de festas de final de ano.

Ele informou que foram registrados apenas 13 casos de leishmaniose no município este ano, enquanto que em 2020 foram 23 e em 2019 houve 40 casos no município, o que significa que este ano houve um decréscimo considerável. “Fizeram mais de 20 faixas e espalharam no perímetro da rodovia. As pessoas veem isso, são leigas e se impressionam. Quando se fala em surto, a pessoa só lê a palavra ‘surto’. É preciso deixar claro para a população”, salientou Fernando, que é também vice-prefeito do município.

Informou ainda que no Hospital Universitário de Brasília foram verificados mais de mil casos este ano. Reiterou que este ano houve 13 casos em Alto Paraíso, mas que apenas um desses pacientes ainda está fazendo acompanhamento, todos os demais já foram curados. “Essas faixas que colocaram são levianas e induzem as pessoas a acreditarem numa notícia falsa”, acrescentou, observando que isso parte de uma campanha maldosa de gente que quer prejudicar o turismo na região. Ao final, Fernando Couto tranquilizou as pessoas, garantindo que podem visitar tranquilamente a Chapada dos Veadeiros, observando as normas de segurança que são parte de um protocolo de visitação, quando se faz o turismo ecológico.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.