Secretário de Esporte e Lazer destaca importância dos investimentos no Pró-Atleta

Programa vai contar com recursos de R$ 3 milhões e beneficiar 600 atletas nas categorias estudantil, intermediário e nacional

Após o governador Ronaldo Caiado anunciar na última semana o aporte de R$ 3 milhões em investimentos no Programa de Fomento ao Esporte de Alto Rendimento (Pró-Atleta) ao longo de 2021, o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Rafael Rahif, destacou a importância da medida e detalhou sobre como os recursos serão utilizados, bem como sua importância no apoio ao aprimoramento dos atletas goianos.

Em entrevista ao programa O Mundo em Sua Casa, das rádios Brasil Central AM e RBC FM, Rahif ressaltou que o governador tem feito grande esforço para apoiar os atletas de Goiás, mantendo e reformulando os programas. “Lamentavelmente 2020 foi um ano atípico, em consequência da pandemia, que afetou as competições esportivas e deixou os atletas praticamente sem atividades. Agora em 2021, adotando todos os cuidados sanitários, vamos retomar os treinamentos, as capacitações e as competições também”, argumentou.

O secretário explicou que para esta nova temporada, a lista dos beneficiários é a mesma que foi definida para o ano passado, contemplando 600 atletas, em modelo semelhante ao adotado pelo governo federal. A decisão de manter a relação dos bolsistas se deu em face da interrupção do calendário esportivo, a partir da chegada da pandemia de Covid-19 a Goiás, ainda em março de 2020.

Benefícios

O secretário Rafael Rahif sustenta que os investimentos a serem feitos este ano vão garantir muitos benefícios para os desportistas. “Com as 12 parcelas de 2021, o programa vai dar todo o suporte para eles investirem na preparação”, ressaltou. O titular da Pasta de Esporte e Lazer acrescentou também que o programa é de suma importância para os atletas que estão na disputa por vagas para as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio.

Rahif informou também que os contemplados pelo programa são divididos em três categorias: estudantil, estadual e nacional. A primeira faixa envolve 250 pessoas e concede uma bolsa no valor de R$ 250,00. O nível intermediário abrange 300 atletas, que recebem parcelas de R$ 500,00. Por fim, 50 integrantes da categoria nacional, que disputam as competições mais importantes de suas modalidades, recebem o benefício mensal de R$ 750,00.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.