Saúde convoca 2,6 milhões de goianos a completarem vacinação contra a Covid

Estatísticas mostram que não vacinados ou com ciclo de vacinação incompleto têm taxa de internação 16 vezes maior do que quem foi regularmente vacinado

A Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO), por seus técnicos, tem manifestado preocupação com o fato de a população goiana estar baixando a guarda com a vacinação contra a Covid-19. Esta constatação foi ampliada no Jornal Brasil Central Edição da Noite desta segunda (25), mostrando que mais de 2,6 milhões de goianos estão em atraso com o calendário dessa vacina. Mesmo com a redução dos casos de mortes pela doença, o alerta à população continua, visto que os dados da SES mostram que entre os adultos não vacinados ou com o ciclo de vacinação incompleto a taxa de internação é 16 vezes maior do que ocorre com aqueles que estão regularmente vacinados.

As unidades de saúde estão funcionando a todo vapor e recebendo as pessoas que querem se vacinar contra a Covid-19. As vacinas estão disponibilizadas para toda a população: pessoas a partir dos 18 anos de idade podem tomar duas doses e mais a de reforço; as que têm problemas imunológicos e as com mais de 60 anos podem tomar quatro doses, as duas primeiras, a de reforço e, quatro meses após, a quarta dose. As pessoas entrevistadas nos postos foram categóricas em afirmar que é necessário o ciclo completo da vacinação, para a própria segurança do cidadão e que é preciso acreditar na ciência, porque só estando com o ciclo de vacinação completo é que a pessoa estará totalmente imunizada.

Superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim informou que é importante as pessoas entenderem que essa dose aumenta a proteção. “Com duas, ela já tem uma proteção, mas com a dose de reforço os estudos mostram que a proteção é ainda maior. Quando a gente compara os vacinados com os não vacinados a gente vê que os não vacinados são muito mais vulneráveis ao óbito”, afirmou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.