Saúde confirma que é possível vacinar os maiores em Goiás até setembro

Segundo a superintendente Flúvia Amorim, isso só será conseguido se houver regularidade na remessa das vacinas, como está acontecendo agora. A vacina da Janssen, de uma só dose, informou, será distribuída a 24 municípios goianos com população acima dos 50 mil habitantes

Superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Goiás, Flúvia Amorim afirmou hoje, 14, em entrevista ao Jornal Brasil Central que é possível, sim, vacinar contra a Covid-19 todos os maiores de 18 anos em Goiás, se houver regularidade na remessas de vacinas, como está ocorrendo agora. “A gente vê isso com alegria. É possível acontecer, sim, mas nós dependemos diretamente do envio regular de vacinas para o Estado. Se continuar a remessa regular, como vem acontecendo, essa é uma realidade cada vez mais próxima do Estado de Goiás e de outros estados também. É o que a gente almeja. Quanto mais pessoas forem vacinadas, melhor vai ser o controle dessa doença”, assinalou.

Segundo Flúvia, as disparidades em número de vacinados ocorrem porque  em municípios maiores, que exige uma apurada logística, a vacinação é mais difícil, o que não existe em municípios menores, que vacinam mais rapidamente. “Trabalhamos com estatística do IBGE do Censo de 2010 e projeções ano a ano. Temos visto que os municípios não cresceram da mesma forma. E as projeções podem ser superestimadas ou subestimadas, e isso é um fator causador de divergências. Estamos trabalhando para equacionar essas divergências, porque queremos que todos sejam vacinados o mais rapidamente possível”, observou.

Janssen

Outros fatores, na opinião dela, se referem às estratégias utilizadas, à forma de controle, à forma de monitoramento dessas doses aplicadas e ao registro, “que é outro ponto muito importante”. Observou que há alguns municípios que até fizeram a vacinação, mas não registraram, e só é válido o que é registrado. “Se o município não registra, fica como não vacinado. A estratégia é importantíssima, como vacinar aos sábados, nos horários estendidos e tentar chamar essas pessoas para a vacinação. Essas estratégias contribuem muito para o sucesso da cobertura vacinal”, sustentou.

Sobre a vacina da Janssen, de uma dose só, e que está chegando, informou que a orientação era para que ficasse apenas na capital, mas a Secretaria de Saúde do Estado entendeu que é importante abranger também outros municípios, sabendo que esses municípios terão condições de aplicar com rapidez essas doses. “Por isso, nós estendemos para 24 municípios no Estado de Goiás, aqueles que têm mais de 50 mil habitantes. E assim, com uma dose só, a gente vai conseguir imunizar rapidamente um maior número de pessoas”, explicou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.