Rodney Miranda comemora a redução dos indicadores de criminalidade, mas alerta que não dá para relaxar

Secretário da Segurança Pública comentou no TBC2 o balanço de 2020, porém lembrou que as forças de segurança têm de continuar vigilantes e trabalhar com afinco

Em entrevista ao TBC2 nesta quarta-feira 27/1, o secretário de Segurança Pública (SSP) do Estado de Goiás, Rodney Miranda, comentou o bom resultado dos indicadores de criminalidade de 2020, que são os menores verificados em dez anos. O balanço apontou reduções expressivas em todos os índices de crimes graves, tanto contra a vida como contra o patrimônio. “São reduções expressivas, mas os crimes ainda continuam acontecendo. A gente continua tendo de ficar vigilante e trabalhar com todo o afinco. Não dá para relaxar”, ponderou.

Rodney citou alguns números, na comparação 2019/2020 em relação a 2018: roubos de veículo caíram mais 70%; roubos a bancos com redução de mais de 90%; e homicídios, no acumulado, recuo de 40%. “Como falou o governador Ronaldo Caiado, isso são vidas poupadas, tranquilidade para as famílias, para as pessoas poderem trabalhar, estudar, terem a sua vida. Enfim, isso é qualidade de vida que o governo está trazendo para a população”, destacou.

Trabalho de excelência

Ele atribuiu o bom desempenho no combate à criminalidade no Estado ao trabalho de excelência dos profissionais de segurança, além do apoio do Judiciário, do Ministério Público e de todo o governo estadual. Lembrou se tratou de um somatório, pois foi investido bastante em capacitação e inteligência. “Mas a liberdade e a falta de limite, que não seja da lei, para trabalhar, eu acho que seja o maior dos diferenciais”, apontou.

O titular da SSP lembrou que, nos dois últimos anos não houve nenhuma ocorrência do chamado Novo Cangaço em Goiás. Quanto a roubos a banco ou estouro de caixa eletrônico, só houve algumas ocorrências no início de 2019, mas depois as forças de segurança goianas conseguiram desarticular as quadrilhas que agiam. “A mensagem é muito clara: Goiás não é local de se cometer crimes”, salientou. E acrescentou: “Nós estamos cada dia mais preparados para enfrentar qualquer tipo de crime.”

Região do Entorno

Rodney Miranda declarou que, dentro das possibilidades e dificuldades, as forças de segurança estão presentes em todos os 246 municípios goianos. Também está atuando no Entorno do Distrito Federal, que era uma região esquecida. Informou que boa parte dos índices de criminalidade são puxados para baixo pela Região do Entorno. E destacou o trabalho de parceria realizado com a Secretaria de Segurança Pública do DF, com o apoio da Polícia Federal, do Ministério da Justiça e da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

No segundo bloco da entrevista, o secretário da Segurança Pública de Goiás falou sobre a atuação do Batalhão de Patrulhamento Rural, que no ano passado realizou 42.336 patrulhamentos. Essa nova unidade de patrulhamento tem inspirado outros estados e países, como o Japão e a Colômbia, informou. No ano passado, ocorreu, em média, 50% de redução nesses delitos rurais.

Rodney citou ainda sobre o alto índice de resolução de todos os crimes no Estado, por parte da Polícia Civil, que atinge mais 60%. Falou sobre a convocação, e distribuição nos municípios, de novos delegados aprovados em concurso. E comentou o retorno à programação da TV Brasil Central, em março próximo, do programa Goiás contra o Crime

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.