Reunião da Saúde discute protocolos hospitalares na pandemia em Goiás

Encontro foi organizado pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), colegiado que reúne representantes municipais e estaduais da área da saúde

Uma reunião por videoconferência organizada pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB) com representantes municipais da área debateu nesta quinta-feira, 30, os protocolos de atendimento durante a pandemia de coronavírus. A pauta tratou ainda de como será a retomada de atendimentos no pós-pandemia, com o retorno de cirurgias eletivas, por exemplo.

Gestão de leitos de UTI e enfermaria exclusivas para Covid-19, compra de medicamentos, transporte de pacientes entre os municípios e a troca de informações epidemiológicas sobre a pandemia também foram tratados. O encontro virtual contou com a participação de cerca de 80 pessoas, representantes das secretarias municipais de saúde de várias cidades goianas.

Sobre as cirurgias eletivas na rede hospitalar pública, Ismael Alexandrino, titular da Secretaria Estadual de Saúde (SES), falou no encontro do risco de retomada desses atendimentos ainda durante o pico da pandemia. “Quase toda cirurgia demanda sedativos e relaxantes neuromusculares que acaba concorrendo com esses insumos de UTI”, comentou sugerindo que os medicamentos podem faltar nos hospitais.

A reportagem completa do telejornal TBC 1 está disponível abaixo:

ABC Digital