Projeto Feira Segura, da Secretaria da Agricultura, obtém reconhecimento de entidade norte-americana

Anúncio foi feito pelo titular da Pasta em live realizada junto com o governador Ronaldo Caiado às emissoras da Agência Brasil Central nesta sexta-feira, 29

O secretário de Agricultura, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, e o governador Ronaldo Caiado, em live realizada pela ABC

O projeto Feira Segura, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) em parceria com os sistemas Faeg/Senar e Confederação Nacional da Agricultura (CNA), obteve da Associação Norte-americana de Funcionários dos Transportes das Cidades (Nacto, da sigla em inglês) o reconhecimento entre as melhores iniciativas durante da pandemia da Covid-19. 

O anúncio foi feito pelo titular da Pasta, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, durante participação em live, junto com o governador Ronaldo Caiado, às emissoras da Agência Brasil Central nesta sexta-feira, 29, com apresentação de Daniel de Paula. O secretário lembrou que os produtos hortifrutigranjeiros são muito perecíveis e, 15 dias após a decretação do primeiro decreto de isolamento social em Goiás, já havia sido detectada uma perda de 20% a 30% nesses produtos.

“O Governo foi sensível à nossa proposta. Conseguimos estabelecer um protocolo de segurança (sanitária) às pessoas que passam por aquele local (a feira livre) e também para os feirantes”, disse o secretário. Ele comemorou o reconhecimento internacional obtido pelo projeto Feira Segura, que foi a única iniciativa brasileira contemplada.

Confira outros trechos da live:

Covid-19

O governador Ronaldo Caiado lamentou o crescimento acelerado no número de contaminados pela Covid-19 no Estado nos últimos dias. Lembrou que Goiás demorou a atingir 100 casos, mas agora tem verificado em torno de 200 novos casos diários. Hoje são 3.342 novos casos e 119 óbitos. O maior número continua sendo em Goiânia (1.483), vindo em seguida Aparecida, Anápolis, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo e Valparaíso, a maioria dessas cidades do Entorno de Brasília. 

Porangatu

Caiado contou que esteve hoje em Porangatu, no Norte do Estado, onde inaugurou 10 leitos de UTI no hospital local. Ressaltou que a cidade está situada à margem da BR-153, rodovia que, pelo grande movimento de caminhoneiros e viajantes pelo trajeto Belém-Brasília, se tornou um efeito multiplicador e transmissor do novo coronavírus. Anunciou ainda que, na quarta ou quinta-feira próxima, estará inaugurando o Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas de Goiás.

Pesquisa

O governador comentou ainda o resultado da pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, o qual apurou que 73,7% dos entrevistados aprovam sua atuação na crise do coronavírus. Ele agradeceu a confiança dos goianos. Disse que, como médico, tem maior poder de análise, de ler, ouvir colegas de todo o mundo e do Brasil, a UFG, buscando todo o embasamento estatístico e científico para poder avançar (no combate à doença). “Não podemos relaxar e deixar que as coisas voltem a um clima tipo Manaus, Belém do Pará, Fortaleza e Rio de Janeiro”, alertou.

Setor agropecuário

O secretário Antônio Carlos de Souza Lima Neto ressaltou a força do agronegócio, o único setor que registrou taxa positiva no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) do País no primeiro trimestre deste ano. “O agro não parou no Estado de Goiás, as agroindústrias continuaram produzindo os alimentos necessários e essenciais à nossa sociedade” afirmou. Outra boa notícia dada por ele é que este ano Goiás vai colher uma safra recorde de grãos. E passará a ocupar o terceiro lugar no ranking nacional da produção de grãos, superando o Rio Grande do Sul.

Logística

O titular da Seapa informou também que a Caramuru Alimentos e a Rumo (empresa que tem a concessão da Ferrovia Norte-Sul) conseguiram a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para a liberação do porto de São Simão para o transporte de cargas secas. A medida vai contribuir para melhorar a operação logística em Goiás e o setor agropecuário goiano será beneficiado com essa operação, comemorou. Caiado agradeceu o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Infraestrutura. Tarcísio Gomes de Freitas, que em nove meses de governo privatizaram a Ferrovia Norte-Sul, “que antes só dava corrupção”, e hoje se torna uma alternativa logística junto com o porto de São Simão.

A íntegra da live está disponível na página da TV Brasil no Facebook.

ABC Digital