Primeiro debate dos candidatos a prefeito de Goiânia tem apenas dois participantes

Talles Barreto (PSDB) e Dra Cristina (PL) falaram sobre transporte público, saúde e educação, entre outros temas; Samuel Almeida (PROS) não compareceu, e Major Araújo (PSL) abandonou o encontro antes do início

O primeiro debate com candidatos a prefeito de Goiânia, realizado pela Agência Brasil Central (ABC) na noite desta quarta-feira, 21, contou com apenas dois participantes dos quatro convidados desta rodada: Talles Barreto (PSDB) e Dra Cristina (PL). Eles abordaram temas sobre transporte público, saúde e educação, entre outros.

Samuel Almeida (PROS) não compareceu. Major Araújo (PSL) abandonou o encontro, ao vivo, no estúdio da TV Brasil Central, antes do início do debate. O programa foi mediado pelo jornalista Paulo Beringhs, com transmissão da TBC, e retransmissão simultânea das rádios Brasil Central AM e RBC FM, redes sociais da ABC, e TV Alego.

Regras e formato

Na abertura, a jornalista Danuza Azevedo apresentou o formato do debate, assim como os quatro candidatos participantes. Ela explicou as regras acertadas: nos três primeiros blocos candidato formularia pergunta para candidato, e no último bloco cada um faria suas considerações finais. “Será um encontro livre, franco e aberto”, destacou. Afirmou ainda que seria “uma oportunidade para que o eleitor possa conhecer melhor o candidato que deseja ser prefeito de Goiânia”.

Antes do início do debate, em entrevista no estúdio da TBC, o presidente da Agência Brasil Central, Reginaldo Júnior, afirmou que a realização do evento era um orgulho para todos da família Brasil Central. Primeiro, ponderou, porque a TBC era a única emissora de TV (em Goiás) que vai fazer um debate com todos os 16 candidatos a prefeito da capital. “Isso é um marco na história da TV”. E em segundo lugar, porque o momento poderia contribuir para as pessoas definir o futuro da capital.

Retirada inusitada

Para surpresa de todos, antes do início do debate, Major Araújo preferiu aproveitar o espaço para anunciar, ao vivo, que não iria participar. Alegou que discordava do formato do programa, o qual dividiu os 16 candidatos em quatro rodadas de debate.

“Não posso participar de um debate nesse formato. Eu sinto muito. O nosso Samuel Almeida já não veio, eu também, eu me recuso a participar sem a presença do Vanderlan, do Maguito, das pessoas que governam esse Estado e esse município há tanto tempo com a velha política. E nós queremos uma nova Goiânia. Então eu vou me retirar também, a exemplo do Samuel”, afirmou Major Araújo.

A posição do candidato do PSL foi rebatida pelo mediador, Paulo Beringhs. O jornalista lembrou que as regras e os formatos foram acordados previamente pelos representantes de todos os candidatos durante reunião ocorrida na Agência Brasil Central. Salientou que existe, inclusive, documento assinado por todos eles.

Surpresos com a retirada inusitada do Major Araújo, os candidatos Talles Barreto (PSDB) e Dra Cristina (PL) reafirmaram a disposição em participar do debate. E o embate teve início com apenas dois participantes, que aproveitaram o tempo maior que tiveram disponível para apresentar suas propostas. Eles falaram sobre temas como transporte público, saúde e educação, entre outros.

Confira, na íntegra, como foi o primeiro dia de debate a prefeito de Goiânia:

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.