Primeira-dama faz balanço da campanha de doação de alimentos durante a pandemia na TV Brasil Central

Gracinha Caiado enalteceu a rede de solidariedade formada com a sociedade e a parceria com prefeitos e primeiras-damas na distribuição dos alimentos

A primeira-dama de Goiás, Gracinha Caiado, e a repórter Camilla Teixeira, em live realizada pela ABC

A primeira-dama Gracinha Caiado apresentou nesta sexta-feira (8), durante uma live (transmissão ao vivo de internet) para a TV Brasil Central, um balanço da campanha de doação de alimentos do Governo de Goiás às famílias socialmente mais vulneráveis do estado durante a pandemia de coronavírus.

Segundo Gracinha, a campanha chegou a cerca de 680 mil famílias (quase 2 milhões de pessoas) carentes nos 246 municípios goianos. A campanha foi coordenada pelo Gabinete de Políticas Sociais do governo, presidido pela primeira-dama, junto com a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e apoio de várias secretarias, órgãos de governo e as prefeituras.

“Tive duas alegrias durante essa campanha, a primeira foi há um mês, quando cheguei no Goiânia Arena e vi o espaço lotado de alimentos. Mas essa alegria foi maior ao voltar lá e ver o Goiânia Arena vazio, na certeza de que o alimento chegou nos 246 municípios de Goiás”, disse a primeira-dama.

Quilombos e assentamentos

Em conversa com a repórter Camilla Teixeira, ela explicou que a distribuição dos alimentos contou com apoio das prefeituras e foi feita com base na inscrição prévia das famílias no CadÚnico, o Cadastro Único do governo federal para programas sociais, usado, por exemplo, pelos beneficiários do Bolsa Família. 

“Os alimentos chegaram para as 85 comunidades quilombolas e agora estamos levando a todos os assentamentos que vivem na vulnerabilidade social em nosso estado”, disse Gracinha exemplificando alguns dos segmentos sociais beneficiados pela campanha. 

Falando da logística da entrega, Gracinha Caiado explicou que ela foi feita sem aglomeração, concentrada no ginásio Goiânia Arena e tomando todos os cuidados de higiene preconizados pelos órgãos de saúde. Ela enalteceu a parceria com as prefeituras, em especial com primeiras-damas e secretárias e secretários locais de assistência social. 

Ao final, a primeira-dama agradeceu a todos que participaram da campanha, que ela informa que não para, seguirá arrecadando e distribuindo os alimentos. “Só temos a agradecer ao povo goiano na formação dessa rede de solidariedade, muitos cantores sertanejos ajudaram, empresários, representantes de entidades da sociedade civil, enfim, muitas pessoas juntas nessa rede que se voltou em torno dessa gente que realmente precisa”, arrematou.

A live pode ser conferida na íntegra na página da TV Brasil Central no Facebook.

ABC Digital