PRF alerta que em dez dias 12 pessoas morreram nas rodovias federais goianas

Em entrevista, o Inspetor Newton Morais pediu cuidado aos motoristas e fez uma série de recomendações para evitar acidentes

Entrevistado hoje, 4/12, por Gil Bomfim e Paulo Henrique Santos no programa O Mundo em Sua Casa, das Rádios Brasil Central AM e RBC FM, o chefe de Comunicação Social da PRF Inspetor Newton Morais disse que nos últimos dez dias 12 pessoas morreram nas rodovias federais goianas. Por isso mesmo, reforçou pedido de muito cuidado aos motoristas que forem viajar nesse período de férias de verão. “Temos aí três datas comemorativas que costumam ser bem trabalhosas. Natal, Ano Novo e Carnaval são sinônimo para nós, na estrada, de muitos problemas, acidentes, prisões. Basta ver o que já aconteceu nesses últimos dez dias com 12 mortes nas rodovias federais do estado”, assinalou.

De acordo com Newton, isso não é um número comum, por isso preocupa. Informou que todas as mortes aconteceram na BR 153 “e se você considerar que de Anápolis a Porangatu a rodovia é de pista simples, com muita movimentação de veículos de carga” o risco de acidente aumenta, principalmente porque a tendência é de as pessoas buscarem as regiões Norte e o Nordeste do país a partir deste ponto.  

Informou também que a fiscalização começa já está semana, exatamente por conta das saídas, agora nesse período das férias escolares. “A gente chama a atenção de você que vai viajar em ônibus, para ter cuidado com o transporte que você contrata, porque muitos preferem os clandestinos, o que, aliás, não é seguro. Ontem tivemos de fazer a interdição de um motorista na BR-060, em Rio Verde, que estava ao volante há mais de 10 horas, quando a legislação não permite. Esse cidadão alegou sono e cometeu um acidente de pequena monta”, alertou.

Veículos irregulares

Ele disse ainda que, em menos de 15 dias, 18 ônibus irregulares foram retirados de circulação em Goiás, observando que existem normas que essas empresas precisam estar atentas. Se não estão dentro das normas, essas viagens serão interrompidas. Falou também da mobilização da PRF para apreender materiais contrabandeados e que grande quantidade já foi apreendida em Goiás nos últimos dias.

Sobre a quantidade de veículos que a PRF prevê que vai aumentar nessas férias, afirmou que a expectativa é que haja um movimento acima do normal, que não dá para especificar em números. “Mas a tendência é de que no próximo final de semana, passando este agora, nós já tenhamos 20% a mais de movimento”, sinalizou.

Reforçou um alerta que faz parte de todas as recomendações dos boletins de instrução da PRF, para que os motoristas evitem ultrapassagens em locais proibidos e excesso de velocidade, evitem a condução irresponsável, excesso de passageiros, não dirijam sem habilitação, evitem também a extensa jornada conduzindo um veículo e observem o transporte correto de malas e bagagens e o respeito à legislação. Segundo ele, Goiás recebeu reforço de novos agentes da PRF que foram contratados recentemente, observando que a PRF pode colocar o tanto de agente que for, mas que de pouco adianta se os motoristas não forem conscientes e responsáveis.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.