Goiás em Movimento investe em infraestrutura das rodovias goianas

Em entrevista à RBC, Pedro Sales falou sobre o investimento de cerca de R$ 1 bilhão que o Governo do Estado vai fazer em obras de infraestrutura; e apontou aquelas que considera as mais relevantes

A extensão da duplicação da GO-020, de Bela Vista até Cristianópolis; e a pavimentação da GO-454 que liga Goiás ao interior do Mato Grosso, na chamada região do Cocalinho, passando pelo Vale do Rio Araguaia. Essas duas obras foram apontadas pelo presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra), Pedro Sales, como as mais relevantes do pacote do Programa Goiás em Movimento.

O Programa, lançado pelo Governo do Estado, prevê investimento de cerca de R$ 1 bilhão em estradas, pontes, pavimentação e recuperação da malha viária goiana. Pedro Sales falou sobre o Goiás em Movimento durante entrevista concedida nesta quarta-feira, 5, ao programa O Mundo em sua Casa das rádios Brasil Central AM e RBC FM.

O presidente da Goinfra afirmou que o programa já atende praticamente todas as regiões do Estado. Ele citou a recuperação da GO-060, realização do trecho de Firminópolis a Iporá. Disse que será feito um trabalho de recuperação também na região Sudoeste, de Itumirim a Aporé, assim como foi feito de Rio Verde a Aparecida do Rio Doce. Já a GO-116 vai receber 25 pontes.

Carteira ousada

Conforme Pedro Sales, são várias obras, de diferentes perfis. Para ele, esse investimento total de R$ 1 bilhão demonstra que o governador Ronaldo Caiado, mesmo neste momento de pandemia, acredita na geração de emprego e renda por meio das obras de infraestrutura. “Então a gente tem essa carteira ousada para executar nesse biênio final da gestão”, destacou.

Pedro Sales falou ainda sobre o passivo herdado, ou seja, as demandas antigas da população na área de infraestrutura. “Estamos esgotando a carteira da gestão anterior, como por exemplo a duplicação da GO-070, que vai para a cidade de Goiás”, informou.

Disse também que estão sendo concluídas as obras de Diorama a Montes Claros, e a que vai para Guarinos. São obras que passaram por muitos anos e agora, de forma definitiva, o Governo vai concluí-las, para seguir com as obras 100% definidas e idealizadas pela atual gestão, declarou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.