Polícia Civil realiza ação contra sonegação de ICMS

Operação Peneira de Vime investiga 17 empresas do agronegócio em valores que passam de R$ 100 milhões sonegados

Polícia Civil de Goiás realizou nesta quinta-feira, 11, uma operação de combate à sonegação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), com o bloqueio de R$ 60 milhões das contas dos investigados. O valor total sonegado passa de R$ 100 milhões. Quatro pessoas foram presas.

Batizada de Peneira de Vime, a operação tem 17 empresas como alvo. Foram cumpridos 29 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão temporária e a suspensão das atividades de todas as empresas suspeitas. A operação foi realizada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) em parceria com a Secretaria de Estado da Economia.

O imposto sonegado é sobre a venda de milho e soja em grãos para outros estados por meio de empresas de fachadas, criadas em nomes de laranjas para esconder os responsáveis pelo tributo. Os mandados foram cumpridos em Goiânia, Luziânia, Senador Canedo, Aparecida de Goiânia, Nerópolis, Itumbiara, Cachoeira Dourada, Cuiabá (MT), Brasilândia (MT), Xinguara (PA), Conceição do Araguaia (PA), Marabá (PA), Santa Rosa do Tocantins (TO) e Distrito Federal. 

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.