PIB de Goiás deve ficar acima da média nacional em 2022

A previsão de crescimento de 3,5% este ano é do Instituto Mauro Borges, baseada em dados do IBGE

O Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás deve crescer até 3,5% em 2022, na comparação ao ano de 2021. A previsão é do Instituto Mauro Borges de Estatística e Estudos Socioeconômicos (IMB), baseada em dados do IBGE. Se esse índice for confirmado, a expansão do PIB goiano deve superar novamente o crescimento da economia nacional, estimado em 2,7% pelo Ministério da Economia. Reportagem exibida no programa O Mundo em sua Casa desta terça-feira, 18, abordou o avanço do crescimento econômico de Goiás.

O cenário de crescimento da economia goiana só não é melhor por conta dos fatores internacionais, como a guerra na Ucrânia. Mas o mesmo mercado exterior é uma das explicações para o avanço do PIB, já que o Estado tem um agronegócio forte. “Mesmo nesse cenário, Goiás tem batido recordes nas exportações e tem crescido bastante suas atividades comerciais (externas)”, afirmou o presidente do Instituto Mauro Borges (IMB), Guilherme Resende.

Serviços

O setor de serviços é um dos responsáveis pelo crescimento do PIB, conforme confirmou Osvaldo Zilli, proprietário de uma empresa transportadora de Aparecida de Goiânia. Segundo ele, o negócio registrou alta de 12% no ano passado e o crescimento continuou neste ano. Foi necessário investir para atender a demanda, sendo que as oportunidades geraram mais emprego. “Montamos até uma escola, um centro de treinamento para melhorar a nossa equipe”, relatou.

Desde o ano de 2012, o Instituto Mauro Borges divulga também o PIB trimestral. De acordo com a gerente de Estudos do Instituto, Juliana Lopes, no segundo trimestre de 2022 o PIB goiano registrou crescimento de 5,7%, quando comparado a igual período de 2021. Os três setores econômicos apresentaram elevação: agropecuária (5,4%); serviços (5,5%) e indústria (5,9%). Para o diretor-executivo do IMB, Guilherme Resende, o Governo do Estado adotou uma série de iniciativas para dar fôlego a essa retomada do crescimento econômico, a exemplo dos cursos de qualificação profissional, oferta de vagas, crédito social, entre outras.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.