Pesquisadores da UFG detectam nova variante de coronavírus em Goiás

A Gamma Plus deriva da variante de Manaus e foi encontrada em 27 amostras de 123 pacientes analisados

Pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) detectaram uma nova variante do coronavírus em Goiás, chamada de Gamma Plus. A nova variante é derivada da Gamma, a mesma encontrada em Manaus e antes chamada de P.1.

A velocidade de transmissão da Gamma Plus também é alta, tendo a mesma característica da variante Delta (da Índia) que vem preocupando autoridades de saúde em todo o mundo. O sequenciamento genético da Gamma Plus foi realizado no projeto de mapeamento das variantes do Sars Cov-2 da UFG, em parceria com a PUC-GO e Instituto Federal de Goiás. As amostras vieram de diversas cidades de Goiás.

Coordenadora do projeto, Mariana Telles falou sobre o assunto no Jornal Brasil Central desta terça-feira, 17. “Verificamos 27 casos numa amostra de 123 pacientes no estado. Ainda não se sabe o potencial de agravamento da doença ou óbitos em relação à Gamma original. O que já se sabe é que ela é mais transmissível, o que pode ter consequências para o sistema de saúde”, alerta a professora e pesquisadora.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.