Período seco mais longo e intenso favorece aumento do número de focos de incêndio

Porta-voz da Operação Cerrado Vivo, tenente Araújo, do Corpo de Bombeiros, diz que média diária é de 62 ocorrências. Tendência é piorar com avanço da estiagem em todo o Estado

O número de focos de incêndio em Goiás está ano é maior que no mesmo período do ano passado, situação que coloca as autoridades e a população em alerta, conforme disse hoje, 24, o tenente Ailton Pinheiro de Araújo, porta-voz da Operação Cerrado Vivo do Corpo de Bombeiros, em entrevista ao programa O Mundo em Sua Casa. Segundo ele, ao longo do mês de agosto, a média é de 62 ocorrências por dia, número que tende a crescer com a continuidade do período seco e o calor, condições que favorecem as queimadas.

O tenente Araújo observou também que a maior preocupação é com as unidades de conservação, onde o potencial de dano causado pelo fogo é maior, com prejuízos à fauna e à flora. Ele revelou ainda que o maior quantitativo de casos de incêndios ocorre em áreas urbanas, onde existe maior movimentação de pessoas. O porta-voz do Corpo de Bombeiros ressaltou que a população pode contribuir, evitando atear fogo em lotes baldios e também em pastagens, além de comunicar imediatamente à corporação sobre qualquer ocorrência de incêndio, tanto nas cidades quanto no campo, pelo telefone 193.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.