Parceria viabiliza RGs para pessoas em situação de rua

Documento é a porta de entrada para diversos programas sociais e políticas públicas federais e estaduais

Foi assinado nesta segunda-feira (9) o termo de cooperação e parceira entre a Organização das Voluntárias de Goiás, Polícia Civil e Defensoria Pública do Estado, visando facilitar a confecção de carteiras de identidade de pessoas em situação de rua. O evento aconteceu na sede da OVG, conforme reportagem exibida nesta terça-feira (10) no programa O Mundo em sua Casa.

O objetivo é devolver dignidade aos moradores de rua e facilitar o acesso a programas sociais, já que o repasse de benefícios e atendimentos exigem a apresentação de documentos oficiais de identificação. A diretora-geral da OVG, Adrianna Melo Caiado, destacou a importância do projeto, pois ao obter o documento de identificação, essas pessoas podem entrar em programas sociais, tanto nacionais quanto estaduais.“Sem dúvida nenhuma, o documento de identificação é a porta de entrada para diversos programas sociais e políticas públicas”, reforçou o defensor público geral, Domilson Rabelo da Silva Júnior.

A Polícia Civil forneceu o equipamento para  confecção dos documentos. Segundo o diretor-geral Alexandre Pinto, foram realizados convênios com as prefeituras de todos os municípios goianos. Silvana Nunes, do Projeto RG para Todos, explicou que ele não abrange só os moradores de rua, mas também idosos e pessoas com deficiência e outras vulnerabilidades que as impeçam de se deslocar para solicitar sua primeira RG, ou até segunda e terceira vias do documento.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.