Pacote Social do Governo de Goiás é aprovado na Alego

A política social da gestão ganhou reforço de quatro novos programas

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) aprovou em segunda e última votação nesta quinta-feira (9), por unanimidade, o Pacote Social que visa ampliar a proteção de carências do Estado. Os novos programas atenderão grupos como idosos, crianças e adolescentes afastados do convívio familiar e vítimas de violência doméstica, além de promover financiamento de iniciativas junto aos municípios. Foi o que mostrou reportagem veiculada no O Mundo em sua Casa desta sexta-feira (10)

O presidente da Alego, deputado Bruno Peixoto, comentou que a sanção do governador já tem data marcada. “Será na próxima terça-feira (14)”, contou. Ainda de acordo com Peixoto, “aquele cidadão ou cidadã que se encontra em situação de vulnerabilidade não pode esperar e nós deputados e deputadas agimos com urgência e transparência nas votações”. A primeira-dama, Gracinha Caiado, comemorou a aprovação do Pacote Social. “Se hoje nós temos programas sociais fortes é porque nosso parlamento tem um compromisso com a população goiana”. Gracinha entregou pessoalmente o novo Pacote Social aos parlamentares na última terça-feira (7).

Os programas Goiás Por Elas; Dignidade; Família Acolhedora Goiana e o novo Cofinanciamento Estadual da Assistência Social receberão R$ 75,6 milhões de investimento ao ano. Mulheres com medida protetiva e idosos receberão R$ 300 por mês, já nos casos de acolhimento de crianças vítimas de violência, famílias habilitadas terão um salário-mínimo mensal. Os municípios receberão R$ 38 milhões em recursos para proteção de pessoas em vulnerabilidade.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.