Novos lugares, costumes e tempo para si mesmo: turismo em Goiás é tudo isso

Com passeios cativantes, cachoeiras de água gelada ou piscinas de águas quentes, essa “indústria” oferece muito mais do que um produto: oferece experiências, cultura e lazer

O turismo é uma atividade consideravelmente nova na história das sociedades. Apesar de já existirem escritos do Século XVII indicando a importância econômica e social para a Inglaterra, é no Século XIX que a busca por lazer movimenta maiores grupos de pessoas para sair de seus lugares de origem sem que seja na busca de melhores condições de vida.

Nem toda viagem pode ser chamada de turismo, assim como nem todo viajante é turista. Tudo depende efetivamente do motivo do deslocamento, o tempo de permanência no lugar e, o mais importante: o espírito com o qual se faz a viagem.

O que faz a viagem na gente?

Não é só o turista que se beneficia da viagem que ele faz. Muitas vezes os residentes do lugar também obtêm ganhos para além dos financeiros. A possibilidade de ter contato com outras culturas e outros modos de vida é um diferencial nessas jornadas que se popularizam a cada dia.

Sair do cotidiano e ver “coisas novas”, mesmo que dentro de um ambiente preparado para receber o viajante, é algo que pode causar impactos positivos nas pessoas, tanto emocionalmente quanto socialmente, pois quando é tocado pelo que vê, o turista pode levar essa experiência para seu dia a dia, transformando-o.

Nem sempre é tudo para turista

Muitas vezes observamos críticas sobre como o turismo se faz prejudicial em certas circunstâncias para as localidades e as populações locais, mas a exploração turística pode favorecer transformações e até mesmo o cuidado com a tradição, a cultura e o patrimônio material e imaterial dos lugares.

Essa situação é importante pois possibilita não só uma nova forma de manter as comunidades onde o turismo ocorre como também oferece a elas acesso a outros serviços e possibilidades, sendo importante a articulação entre o que se destina ao visitante como produto turístico e aquilo que pode ser oferecido como evento cultural para a população local.

História, passeios e aventura

Existem dez grandes regiões turísticas que abarcam experiências ecoturísticas, de turismos rural e de lazer, turismo cultural e de negócios, cobrindo mais de 50 localidades por todas as regiões do estado de Goiás. Algumas se notabilizam como destinos de lazer, como Vale do Araguaia, as Águas Quentes e Lagos do Paranaíba. Outros roteiros são dedicados ao turismo de aventura e ao ecoturismo, como a região denominada de Pegadas no Cerrado, assim como Chapada dos Veadeiros e Águas e Cavernas do Cerrado. Há ainda aquelas que destinam ao turismo histórico e cultural, como a região da Estrada de Ferro.

As oportunidades de lazer ainda podem congregar mais de um tipo de experiência turística, como no Vale da Serra da Mesa, onde encontramos atividades de lazer e de ecoturismo, ou a zona denominada Ouro e Cristais, que oferece história e ecoturismo aos visitantes. Goiás ainda tem lugares de um turismo de negócios, como o conjunto formado por cidades como a própria capital e Anápolis. Essa região também oferece atrações históricas, que se estendem por toda a área até a antiga capital. É possível encontrar mais sugestões de experiencias turísticas no site da Goiás Turismo.

Venha conhecer Goiás

Por conta das transformações do mundo do trabalho e da produção de bens, o lazer do turismo tem sido cotidianamente revalorizado. Nesse cenário, Goiás pode mostrar aos viajantes paisagens, espaços e tradições singulares, oferecendo todos os aspectos turísticos que os viajantes buscam, desde momentos de lazer junto à natureza ou em experiências preparadas em espaços bem ordenados, passando por momentos de imersão na história e nas tradições das comunidades visitadas.

Goiás também conta com uma rede hoteleira que pode receber comodamente os fluxos de turistas que chegam e desejam ter experiencias que são possíveis nos quatro cantos do estado. Com gestão cuidadosa do espaço, passando por iniciativas de geração de renda das populações envolvidas com a “indústria do turismo” e preocupação com a preservação ambiental, Goiás pode oferecer experiências únicas para todos.

Givaldo Corcinio - historiador - ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.