No Dia do Professor, Caiado repassa mais de R$ 150 milhões para a Educação

Parte dos recursos será usada para dar uma ajuda de custo aos funcionários administrativos e outra será para investimentos nas escolas

O TBC Agora, da TV Brasil Central, transmitiu ao vivo a solenidade promovida pelo governador Ronaldo Caiado, com a Secretaria da Educação de Goiás (Seduc-GO), comemorativa ao Dia do Professor, neste 15 de outubro, onde ele anunciou R$ 100 milhões em ajuda de custo para os servidores da educação e o repasse de R$ 53,3 milhões para investimentos nas escolas estaduais. Este dinheiro será para compra de móveis, fogões, computadores, realização de melhorias em banheiros e cozinhas das unidades da rede estadual de ensino. A solenidade foi na sede da Seduc, na 5ª Avenida, Vila Nova. Ele estava acompanhado da secretária da Educação Fátima Gavioli e da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado.

“O que a Seduc economiza, eu retorno 100% para a educação”, observou o governador, acrescentando que esta é uma forma de o Governo de Goiás valorizar os profissionais da educação, que tiveram custos extras com aquisição de equipamentos e aumento do uso de dados de internet durante o regime de aulas não presenciais, em razão da pandemia da Covid-19. A ajuda de custo será paga no próximo mês de dezembro e terão direito a ela profissionais efetivos, comissionados e os que têm contratos temporários. Os valores acrescidos aos salários serão: R$ 1,297 mil para quem cumpre contrato de 20 horas, R$ 1,945 mil (30 horas) e R$ 2,591 mil (40 horas).

A ajuda de custo terá um valor proporcional aos meses trabalhados em 2020 e à carga horária de cada servidor. “É uma forma de apoio aos 40 mil servidores da educação em Goiás”, porque “todos vocês merecem nosso agradecimento”, ressaltou Gracinha Caiado. Ela contou que acompanha de perto os desafios dos educadores e o empenho deles nas regiões mais remotas do Estado, e complementou que a política da atual gestão é colaborativa. “Sozinho, nós não fazemos nada. Tanto que isso está no nosso slogan [Somos Todos Goiás]”, afirmou.

Em discurso, Fátima Gavioli assinalou que há ainda outras boas notícias para a educação. A primeira delas diz respeito ao pagamento de dívidas atrasadas que o Estado tinha com servidores, desde 1994. “Quero informar que só em outubro, o governo vai pagar mais de 5 mil processos atrasados”, anunciou.

Programa Equipar

Na mesma solenidade, o governador Ronaldo Caiado ainda lançou o programa Equipar, com a disponibilização de R$ 23,4 milhões, e a segunda etapa do Reformar, cujo investimento alcança quase R$ 30 milhões – são R$ 29,9 milhões.

No caso do Equipar, a Seduc destinará R$ 23,4 milhões para os 148 Centros de Ensino em Período Integral (Cepis) adquirirem, de forma direta e sem burocracia, equipamentos como móveis, fogões e computadores. O objetivo é acelerar o processo de compra e atender necessidades específicas de cada unidade.

“Essa descentralização da verba é a transparência que o governo tem. É a certeza que vamos recuperar o Estado. Eu não lutei na minha vida para ser governador e não devolver Goiás aos goianos, que é o meu compromisso”, referendou o governador.

Cada Cepi receberá R$ 157,5 mil, recurso que pode ainda ser empregado na contratação de serviços de manutenção de computadores, desinsetização e higienização da unidade. “A destinação desse valor nunca aconteceu antes. Escola em tempo integral não é ‘para inglês ver’ com Ronaldo Caiado”, reforçou Gavioli.

ABC Digital, com dados da Secretaria de Comunicação do Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.