Música de Goiás terá a RBC FM como aliada

A iniciativa é uma inquietação do presidente da ABC, Reginaldo Júnior, que agilizou uma parceria com a Secult Goiás, para garantir mais espaço para a divulgação da música que é feita pelos goianos

A RBC FM está finalizando os últimos preparativos para colocar em prática o novo projeto que ampliará o espaço dedicado aos artistas da terra em sua programação. O programa Em Casa, apresentado por Mazé Alves, estreia na próxima segunda-feira com pílulas durante a programação. Essa é uma parceria com a Secretaria de Cultura de Goiás (Secult-GO), dentro da nova perspectiva experimentada pela direção da Agência Brasil Central (ABC), com a orientação do Governo de Goiás, de dar espaço e prestigiar os músicos goianos com a inclusão, na programação, de inserções diárias de depoimentos deles, explicando o trabalho, como são criadas as composições e os detalhes interessantes da carreira. Em seguida, o público ouvinte escutará canções próprias gravadas por esses artistas. 

A coordenadora do Departamento de Conteúdo da TBC e integrante do Conselho de Cultura do Estado Mazé Alves, que vai apresentar o programa radiofônico, informou que a ideia surgiu da inquietação do presidente da Agência Brasil Central (ABC), Reginaldo Júnior, em devolver os espaços das emissoras da ABC para os goianos, nesse caso a RBC FM, fazendo da emissora uma aliada dos músicos goianos. “Para tanto, foram selecionados alguns nomes de artistas que já fazem parte da grade de programação da rádio, para que a partir dessas músicas que já comprovaram a qualidade exigida para exibição, possamos reforçar nossos vínculos com esses artistas e abrir espaço para outros”, afirmou. Segundo ela, a parceria com a Secult Goiás ajudará a manter elo entre o Governo do Estado e a produção musical goiana, onde serão valorizados artistas que participam de editais e são premiados com o aval do Conselho Estadual de Cultura. 

A novidade, de acordo com o jornalista e músico Reny Cruvinel, que é supervisor na emissora, é o depoimento, onde cada um vai falar sobre sua música, acompanhado de muita informação, com um programete com espaço para a cultura em geral, e uma agenda sobre que atividades artísticas e culturais estão acontecendo no Estado, também como um convite ao público para participar. 

A RBC FM está antenada com o que se disseminava de que era preciso dar voz ao trabalho dos artistas goianos, trabalho no qual ela foi pioneira, mas que veio perdendo espaço, mesmo diante das constantes reivindicações dos músicos, cantores e compositores do Estado. A nova direção da ABC percebeu e se sensibilizou com essa postura, agora com esse projeto que conta com o apoio da Secult-GO e devolvendo aos goianos um espaço importante para a divulgação da cultura produzida no Estado. 

Hamilton Carneiro 

Compositor e um dos grandes incentivadores da música feita em Goiás, o publicitário Hamilton Carneiro, que mantém há mais de quatro décadas um programa televisivo no Estado garantindo espaço aos artistas goianos, elogiou a iniciativa da RBC FM e da Secult Goiás de garantir esse canal de divulgação da música nascida no Estado. “No momento em que temos mais talentos que espaço é muito interessante essa iniciativa da Rádio Brasil Central FM e da Secretaria de Cultura de Goiás promoverem esse espaço que é muito importante para a música boa que é feita em Goiás”, observou Hamilton. 

Para ele, a música feita aqui tem todas as condições de representar bem o país, “mesmo tendo seus traços regionais, pois são músicas muito boas, assim como se faz na Bahia, que tem muitas músicas boas com traços absolutamente regionais e que se tornam universais”. Na opinião dele, é importante não esquecer o que disse o jornalista e dramaturgo Nélson Rodrigues, que “para ser universal comece pelo seu quintal”. 

Observou também que “Goiás tem muitos talentos nas áreas da composição que não têm os espaços, não digo nem desejados, mas os espaços que merecem”, acrescentando que essa é uma “boa forma de divulgar nossa música”. Concluiu parabenizando a RBC FM e a Secretaria de Cultura de Goiás por mais esta iniciativa, que valoriza o trabalho musical dos artistas goianos, que precisam muito de espaços para a divulgação de suas obras. 

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.