Kajuru diz entrará com o pedido de impeachment de ministro do STF Alexandre de Morais

Com exclusividade ao Jornal Brasil Central, ele adiantou os motivos que o levaram a tomar essa atitude, observando que “o STF não tem respeito por parlamentar”

O senador Jorge Kajuru apresentou pedido de impeachment do ministro do STF Alexandre de Morais, por denúncia de crime de responsabilidade, que vai acompanhado por um abaixo-assinado contendo até agora 2,5 milhões de assinaturas. Kajuru foi entrevistado hoje, 18, pelo Jornal Brasil Central e adiantou, com exclusividade, que na próxima terça-feira, 23, entrará com o pedido e entregará o abaixo assinado, que espera já ter 3 milhões de assinaturas. Segundo ele, é o primeiro pedido de impeachment acompanhado do que pensa a sociedade brasileira. Pediu à sociedade goiana para que continue assinando até a entrega, “esta que é uma ideia do seu amigo Caio Coppolla”. Disse, no entanto, que está sozinho, pois o pedido foi feito exclusivamente por ele Kajuru, pois os demais senadores ainda não concordaram, mas acha que já estão mudando de ideia, em função do apoio popular.

“As pessoas estão pressionando os senadores, porque quem decide é o Senado. São 81 senadores que votam o impeachment de um ministro do Supremo Tribunal Federal. Eles não vão votar só porque foi o Kajuru quem pediu o impeachment. É plural, não singular. Tenho conversado com todos eles. Agora mesmo falei com o senador Álvaro Dias. Ele disse: ‘Kajuru, onde você quer que eu assine, eu apoio integralmente’. Tenho dito a eles que se a gente conseguir o impeachment desse nefasto e arrogante ministro Alexandre de Morais, nós vamos ser mais respeitados pelo STF. Eles vão nos temer. Eu prefiro até a palavra respeito, porque eles não têm respeito por parlamentar. Começou aí com prisão. E que fique claro aqui: o meu pedido de impeachment, um dos redatores do pedido, que o Martiniano conhece muito bem, o Dr. Rogério, ele colocou lá que a gente não discute a prisão do deputado Daniel Silveira. O ministro errou, porque ele descumpriu o artigo 53 de Constituição, que dá o direito inviolável da liberdade de expressão para um deputado falar o que ele pensa”, explicou Kajuru.

Disse ainda que o pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Morais está bem embasado, por outros motivos também, e que há outros pedidos contra outros parlamentares, mas parte da imprensa, e citou Caio Coppolla e Augusto Nunes, afirma que o pedido feito por ele está melhor embasado. “A luta agora é 24 horas por dia, conversando com os demais senadores, para a gente possa chegar a esse fato histórico no Congresso Nacional, onde tantos pedidos estão engavetados e até hoje nenhum deles foi para o plenário”, afirmou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.