Hugol leva atendimento humanizado à casa de seus pacientes

Serviço domiciliar já atendeu 112 pacientes, proporcionando recuperação mais rápida e aumento no giro de leitos disponíveis do hospital

O Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), unidade da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem promovido um atendimento fundamental na conclusão do tratamento médico de seus pacientes. É o SAD, Serviço de Atenção Domiciliar, programa que busca humanizar a continuidade do tratamento de saúde na casa do paciente, de forma segura e humanizada.

Na série de reportagens especiais sobre a saúde, o Jornal Brasil Central foi conhecer o funcionamento do programa e os benefícios gerados aos pacientes do hospital. “O programa vem para reduzir o tempo de internação desses pacientes, aumentar o giro de leitos e qualificar melhor a experiência dos nossos usuários”, disse Letticya Fernanda de Oliveira, supervisora do programa do Hugol.

Criado em outubro passado, o programa já atendeu 112 pacientes até janeiro deste ano. O acompanhamento domiciliar é multiprofissional, composto por uma equipe com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, assistentes sociais e psicólogos. Além das visitas, os profissionais do programa usam a tecnologia para acompanhar os pacientes, via ligações por videochamadas.

Para receber o atendimento em casa, o paciente é submetido a triagens que avaliam critérios clínicos e sociais. A prioridade tem sido dada a pessoas com dificuldades motoras, politraumatizados e incapacidades que necessitam de intervenções. Entrevistada na reportagem, a enfermeira Jordana de Oliveira atesta a evolução dos pacientes assistidos em casa pelo programa. “O paciente melhora significativamente com nossas visitas e orientações”, afirmou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.