Sem Mendanha, candidatos a prefeito de Aparecida debatem propostas

Prefeito, que concorre à reeleição, disse que havia cancelado todos os compromissos do dia em respeito ao estado de saúde de Maguito Vilela, mas cancelou participação em debate dias antes da realização; Bruno Felipe e Márcia Caldas discutiram os problemas da cidade

O debate com os candidatos a prefeito de Aparecida de Goiânia, promovido pela Agência Brasil Central na noite desta terça-feira, 27, não contou com a presença de Gustavo Mendanha (MDB), que concorre à reeleição. Estiveram no estúdio da TV Brasil Central somente seus dois oponentes, Bruno Felipe (PSOL) e Márcia Caldas (Avante).

Os participantes do debate falaram sobre suas propostas nas áreas de segurança pública, educação, transporte público, saúde, pós-pandemia, criação da Secretaria da Mulher, obras e tributos municipais, entre outros temas.

O encontro foi mediado pelo repórter e apresentador das rádios Brasil Central AM e RBC FM, Rafael Mesquita. Contou também com a participação dos jornalistas Daniel Santana, da TV Brasil Central, e Jerônimo Venâncio, das emissoras de rádio da ABC, que formularam perguntas para os candidatos. O debaste foi transmistido pela TBC e retransmitido simultaneamente pelas emissoras de rádio e redes sociais da ABC, assim como pela TV Alego.

Na abertura do programa, a apresentadora Danuza Azevedo informou aos telespectadores que “infelizmente, o eleitor de Aparecida não vai ver o debate com todos os candidatos. Isso porque, o prefeito Gustavo Mendanha, candidato à reeleição, anunciou que não vai participar”. Foi exibida imagem de mensagem postada pelo prefeito em uma rede social, anunciando que ele havia cancelado todos os compromissos do dia “em respeito ao estado de saúde de Maguito Vilela”, apontado com sua “inspiração política”. Maguito Vilela foi transferido para São Paulo, em decorrência de complicações da Covid-19.

Entretanto, há uma semana, em telefonema da chefe de produção da TBC, Núbia Lobo, à assessora do prefeito, Daniela Cristina, para confirmar a presença de Gustavo Mendanha no debate, a coordenação da campanha dele já havia sinalizado sua disposição de não participar.

Aparecida de Goiânia

O jornalista e comentarista político Mardem Costa Júnior, lembrou que desde sua emancipação política, em 1963, Aparecida de Goiânia cresceu bastante, em termos populacionais. Hoje é a segunda cidade mais populosa do Estado. “No quesito político, a população de Aparecida não parece muito interessada em eleições longas”, afirmou. Tanto que desde 2004, as eleições no município sempre foram definidas no primeiro turno, argumentou. Inclusive, acrescentou, três prefeitos se reelegeram ou tiveram mais de um mandato: Norberto Teixeira, Ademir Menezes e Maguito Vilela.

O comentarista político considerou “lamentável” a ausência de Gustavo Mendanha ao debate da Agência Brasil Central, porque seria um espaço para ele apresentar o que foi feito em Aparecida ao longo desses quatro anos de mandato como prefeito.

Em seguida, o presidente da Agência Brasil Central (ABC), Reginaldo Júnior, disse que nunca havia sido promovido um debate na TV de candidatos a prefeito de outra cidade goiana, além da capital. “Vamos fazer o debate de uma cidade extremamente importante, que é Aparecida. Ele considerou ser “uma pena” o evento não poder contar com a presença do candidato Gustavo Mendanha. Desde a última sexta-feira, ele já havia avisado, por meio de sua equipe, que o debate não estava previsto em sua agenda.

O debate seguiu com os candidatos Bruno Felipe e Márcia Caldas. Confira o programa na íntegra:

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.