Governo Estadual lança programa inovador de alfabetização de crianças

Meta é garantir que alunos sejam efetivamente alfabetizados até o segundo ano do ensino fundamental. Medida prevê investimentos, capacitação e premiação de escolas e professores envolvidos

O governador Ronaldo Caiado lançou na terça-feira, 14, um ousado programa de alfabetização de crianças, iniciativa que alinha medidas de gestão e operacionais voltadas à efetiva alfabetização de crianças até o segundo ano do ensino fundamental. Trata-se do AlfaMais Goiás, a ser desenvolvido em parceria com os municípios, com a meta de beneficiar 200 mil estudantes e envolver 8 mil profissionais da educação nos próximos anos.

“Temos hoje uma realidade que precisa ser mudada. Quando se aplica o teste de fluência às crianças do segundo ano do ensino fundamental, constatamos que eles são analfabetos em sua maioria. Daí a importância de o aluno estar na escola na hora certa e ser alfabetizado na hora certa”, afirmou o governador Ronaldo Caiado no lançamento do programa, no auditório da Secretaria de Estado da Educação. Ele também defendeu a implementação de uma metodologia adequada que garanta a continuidade do aprendizado desde que a criança entra na escola até concluir o ensino médio.

Para alcance dos objetivos, o Governo Estadual vai pagar bolsas de incentivo de até R$ 2 mil para os professores envolvidos e premiar com até R$ 80 mil as escolas que obtiverem os melhores resultados. Além disso, haverá investimentos também em material didático adequado, capacitação de professores e monitoramento dos resultados. Uma outra forma de incentivo será a destinação de até a R$ 150 mil aos municípios para melhoria da infraestrutura dos estabelecimentos de ensino. Dos 246 municípios goianos, 240 já aderiram.

Resultados

A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, enfatizou que o primeiro resultado do programa já ocorreu, por meio do diagnóstico preciso da situação. “Os testes de fluência comprovaram a necessidade urgente de melhorar o processo de alfabetização”, relatou ela. Contudo, em quatro anos o quadro já deverá ser bem melhor, com avanços significativos. Conforme ainda Gavioli, o que se espera é que ao final de nove anos ocorra a completa efetivação da medida.

A superintendente de Ensino Fundamental da Secretaria da Educação, Gisele Faria, explicou que as etapas de implementação do programa incluem testes de avaliação no início e no fim do ano, para verificação dos resultados, correção de rumos se necessário e planejamento de novas ações. Presente no lançamento do programa, o vice-presidente da União Nacional de Dirigentes Municipais, Marcelo Costa, disse que o compartilhamento de dados dos municípios com o Estado e os incentivos anunciados pelo Governo vão elevar a um novo patamar o processo de alfabetização em Goiás.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.