Governo de Goiás se mobiliza para evitar aglomerações em cidades turísticas

Vários órgãos estão mobilizados em uma força-tarefa para garantir segurança, cumprimento das regras sanitárias e atendimento ao turista

O Governo de Goiás mobilizou neste final de semana uma força-tarefa, com a participação de vários órgãos da administração, com o intuito de fiscalizar rodovias, veículos, ajudar na segurança, no atendimento de saúde e auxiliar as prefeituras das 20 maiores cidades turísticas a conter aglomerações de pessoas, para também evitar o contágio e a proliferação do novo coronavírus. O governador Ronaldo Caiado fez o lançamento oficial nesta sexta-feira, 9, pediu a colaboração da população e enfatizou que o objetivo é salvar vidas. A TV Brasil Central fez a cobertura e veiculou duas entrevistas no TBC 1 com representantes do Corpo de Bombeiros e da Agência Goiana de Regulação (AGR).

O capitão do Corpo de Bombeiros Josef Patrick da Cunha disse que a corporação estará disponibilizando toda a atenção necessária para ajudar a conter as aglomerações nas cidades turísticas neste feriado prolongado e trabalhando também para combater focos de incêndio e no socorro a banhistas nos rios e lagos dessas cidades. “Obviamente, reforçamos para que a pessoa que for entrar na água que o faça com segurança, com colete salva-vida, não ingerir bebida alcoólica e acionar o Corpo de Bombeiros, pelo 193, em caso de necessidade”.

O Ouvidor Setorial da AGR Francisco Vieira de Macedo informou que além do trabalho habitual de fiscalização dos veículos que rodam nas rodovias, para verificar se estão circulando sem irregularidades, neste feriado prolongado as equipes estão reforçadas “para auxiliar essa força-tarefa determinada pelo governador Ronaldo Caiado auxiliando os municípios turísticos do Estado para tentar evitar aglomerações, como ocorreu no feriado passado”. Disse também que a AGR vai abordar os veículos de turismo, para verificar se estão atendendo as normas da Agência reguladora, como carregar só passageiros que esteja sentados, e também as normas sanitárias em função da pandemia da Covid-19.

A operação se inicia nesta sexta-feira e segue até as 12h00 da terça-feira (13/10) nos municípios de Aruanã, Britânia, Buriti Alegre, Aragarças, São José dos Bandeirantes, Pirenópolis, Caldas Novas, São Simão e Alto Paraíso, além dos distritos de Itacaiú (Britânia) e Luiz Alves (São Miguel do Araguaia). A ação vai mobilizar Goiás Turismo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério Público do Estado de Goiás, Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) e prefeituras. A Polícia Militar está reforçando o trabalho com mais 350 policiais deslocados para essas localidades.

Na solenidade de lançamento da força-tarefa, o governador Caiado enfatizou a necessidade de salvar vidas: “Vamos mostrar que podemos aproveitar o final de semana prolongado, com o feriado da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, confraternizar, mas sem excessos”, pediu Caiado. Ele pontuou que o objetivo principal é evitar que se repitam cenas como as registradas durante o feriado de 7 de Setembro, quando aglomerações tomaram conta de municípios turísticos. “São cenas que desrespeitam os goianos que, infelizmente, foram a óbito, os familiares das pessoas que ainda vivem momentos de muita tristeza. Estamos hoje, com o todo o trabalho feito pelo nosso secretário da Saúde e com toda a estrutura de governo, com 5.079 mortes. É momento, cada vez mais, de a gente se conscientizar”, ponderou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.