Governo de Goiás apoia projeto Rondon no Estado

Alunos e professores de instituições federais de educação participam do Projeto Rondon em 11 municípios goianos, de 20 de janeiro a 4 de fevereiro

 

O governo de Goiás, pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDS), oferece apoio logístico ao Projeto Rondon, do governo federal, que tem o objetivo de levar estudantes universitários de universidades federais, prestes a se formarem, para atendimento às populações de municípios onde há mais carência. Desta vez os universitários ficarão 16 dias, de 20 de janeiro a 4 de fevereiro, com uma equipe de professores, em 11 cidades goianas e uma de Minas Gerais. Ao Jornal Brasil Central desta segunda-feira (23), a superintendente de Gestão Integrada da SEDS, Cássia Rodrigues Bessa, disse que o projeto visa, na multiplicidade de disciplinas dos universitários de instituições federais, fazer um diagnóstico e atender as demandas das populações mais carentes das comunidades.

A SEDS participa na parte logística de transporte dos rondonistas e dos professores que os acompanham nessa missão de ajudar as pessoas que mais necessitam. Nesse projeto, os formandos de medicina e odontologia fazem consultas e utilizam a estrutura pública para atender o maior número possível de gente que mora nesses municípios. Da mesma forma, os advogados, nutricionistas e outras profissões. O projeto reúne estudantes que se dispõem a participar voluntariamente, para isso contando com boas anotações nos currículos e pontos positivos para quando forem profissionais. Participarão do projeto instituições de Ensino Superior do Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Em Goiás, elas atuarão em Águas Lindas, Alto Paraíso, Alvorada do Norte, Buritinópolis, Cabeceiras, Flores de Goiás, Nova Roma, São João d'Aliança, Simolândia, Teresina de Goiás e Valparaíso de Goiás. E em Minas Gerais, no município de Cabeceira Grande.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.