Governador Ronaldo Caiado visita familiares de menina assassinada

Nesta terça-feira (1º), Caiado prestou solidariedade aos pais de Luana, garota de 12 anos que foi assassinada em Goiânia, no setor Madre Germana; ele comprometeu-se em buscar fortalecer a legislação para coibir esse tipo de crime

Na tarde desta terça-feira (1º) o governador Ronaldo Caiado prestou solidariedade à família de Luana Marcelo Alves, adolescente de 12 anos que foi morta no início da semana em Goiânia, no setor Madre Germana 2. Ele visitou pessoalmente os pais da vítima, o comerciante Robson Marcelo dos Santos, e a mãe, a diarista Jheiny Hellen. A equipe de reportagem da Brasil Central acompanhou o momento e preparou reportagem exibida no Jornal Brasil Central Edição da Noite. O chefe do executivo lamentou o ocorrido e afirmou que determinou a formulação de um projeto de lei, para ser encaminhado à Assembleia Legislativa em caráter de urgência, para dificultar que casos de tamanha brutalidade voltem a acontecer. “Agora, acabei de expressar a necessidade de nós avançarmos na legislação para que pessoas que tenham passagem por estupro, mesmo que amanhã a justiça dê a ele liberdade, que essa liberdade seja limitada”, declarou.

O secretário de Segurança Pública, Renato Brum, afirmou que em breve já dará andamento à determinação do governador. “Estaremos reunidos com o Dr. Alexandre, diretor geral da Polícia Civil, e o coronel André, comandante geral da PM, para poder elaborar esse projeto e passar pela apreciação e crivo do nosso governador para que ele possa encaminhar ao poder legislativo”. Em clima de muita tristeza, a visita aconteceu sem a presença da imprensa. Os pais da menina receberam o governador de forma reservada e não deram declarações. O avô paterno de Luana, José Eurípedes dos Santos, agradeceu a manifestação de solidariedade. “Ele deu todo o reforço pra nós. O que fizeram com a minha neta eu não quero que aconteça com mais ninguém”, contou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.