GoiásFomento tem disponíveis R$ 107 milhões para financiar setores produtivos

Com taxas de juros diferenciadas, recursos podem ser tomados por microempreendedores, empresários de pequeno porte e microempreendedores individuais (MEIs)

O presidente da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), Rivael Aguiar, disse que a Agência conta com recursos globais de R$ 107 milhões para o financiamento de atividades produtivas ao longo deste ano. Em entrevista nesta quarta-feira, 24, ao programa O Mundo em Sua Casa, das rádios Brasil Central AM e RBC FM, ele discorreu sobre formas para obtenção dos recursos, procedimentos a serem adotados pelos empreendedores, linhas de crédito, prazos de pagamento e outros temas relativos ao esforço pela retomada das atividades econômicas em Goiás, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus.

Conforme Rivael Aguiar, do orçamento geral da Agência, R$ 45 milhões estão destinados ao setor de turismo que, como observou, foi muito impactado desde o ano passado e ainda continua com a segunda onda da Covid-19. “O turismo é beneficiado, inclusive, com taxa de juro de 7% ao ano, o que corresponde a aproximadamente 0,6% ao mês, bem inferior à média do mercado”, explicou ele. Para os demais segmentos produtivos, os juros são em média de 1,29% ao mês, que podem variar dependendo do enquadramento da empresa. A Agência operacionaliza também recursos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), com liberação de até R$ 490 mil por empreendimento.

Como obter empréstimo

Os empreendedores interessados em obter recursos da GoiásFomento podem seguir diversos caminhos. Um deles é acessar o site (www.goiasfomento.com) onde vai encontrar formulários que podem ser baixados, preenchidos e encaminhados no próprio site. Também podem procurar os correspondentes de crédito habilitados pela Agência em diversos municípios goianos. O Sebrae-Goiás também é parceiro no repasse de orientações, cujos consultores ajudam também a preparar a documentação. Além disso, a Agência possui loja no Shopping Galo, na região da 44 em Goiânia, onde interessados, principalmente do polo de modas, podem agendar atendimento presencial. Outro caminho é ligar para o telefone (62) 3216-4900, a fim de receber orientações.

Para solicitar empréstimo a empresa ou microempreendedor individual não pode ter restrições no Sistema de Proteção ao Crédito, nem no Sistema Financeiro Nacional. Rivael Aguiar explicou que os interessados que não tiverem garantias ou avalistas, podem recorrer aos Fundos de Aval do Sebrae-Goiás e da Associação Garantidora de Crédito, com os quais a Agência possui convênio. “O Governo de Goiás, por meio da Agência de Fomento, assegura a oferta de crédito e todas as facilidades a fim de que os setores produtivos possam ter recursos para consolidar, fortalecer e expandir os seus negócios”, arrematou o dirigente da GoiásFomento.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.