Goiás ocupa a quinta posição nacional em Transparência Fiscal

Ranking foi divulgado pela Secretaria Nacional do Tesouro (STN) do Ministério da Economia; Goiás foi um dos nove Estados que obtiveram nota A

Clique na imagem para assistir a matéria

O Governo de Goiás conquistou este ano a quinta posição no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal dos Estados, divulgado esta semana pela Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Economia. Goiás foi um dos nove Estados que obtiveram a nota A, conforme explicou o superintendente Contábil da Secretaria da Economia, Ricardo Borges, em entrevista exibida no Jornal Brasil Central Edição da Noite desta quarta-feira (29).

“Quando o Estado divulga o que ele fez, onde que está aplicando os recursos, você tem uma segurança da fidedignidade. Ou seja, é uma informação real, uma informação verificada”, afirmou o superintendente. Em 2021, Goiás obteve a nota B e ocupava a sétima posição do ranking. O relatório tem o objetivo de incentivar a qualificação e consistência dos dados recebidos por meio do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi).

“É um trabalho de equipe, a Secretaria de Estado de Economia é o órgão central de contabilidade, mas nós temos contadores públicos em todos os órgãos do Estado, temos uma equipe de Tecnologia da Informação imbuída sempre na melhoria dos nossos sistemas, e todas as áreas de gestão também voltadas para ter informações corretas, fidedignas e cumprir as normas”, acrescentou Ricardo Borges. Segundo ele, para o cidadão goiano, a nota A representa que as informações divulgadas pelo Estado são seguras, fidedignas e que estão estruturadas dentro de um padrão nacional.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.