Goiás libera R$ 112 milhões para amparar pequenos empresários

Linhas de crédito da GoiásFomento a juro zero beneficiarão micro e pequenos empresários e também MEI e trabalhadores autônomos

O governo goiano liberou nesta semana R$ 112 milhões para empréstimos a juro zero para micro e pequenos empresários, desde que não demitam funcionários durante o período de carência da operação. O recurso está disponível ainda a microempreendedores individuais (MEIs) e trabalhadores autônomos.

A proposta integra o pacote de ações do governo como enfrentamento à pandemia de coronavírus, em função de medidas mais rígidas de isolamento social e fechamento do comércio, o que afeta diretamente os pequenos empreendedores. As linhas de crédito serão operacionalizadas pela Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), com opções de R$ 5 mil a R$ 50 mil, carência de seis meses e até 36 meses para pagamento.

Para detalhar a proposta, o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, participou nesta quinta-feira, 18, do radiojornal O Mundo Em Sua Casa. Segundo ele, a grande novidade dessa ampliação de apoio ao micro e pequeno empresário é ter o juro zerado, condição inexistente no mercado.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.