Goiás fica na sexta posição nacional na geração de emprego em janeiro

Dados do Caged registraram saldo positivo de 12.521 postos de trabalho no período no Estado; a capital liderou a criação de novos empregos formais

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Previdência, em janeiro último Goiás ficou em sexto lugar no País na geração de empregos de carteira assinada. No período, o saldo foi de 12.521 novos postos de trabalho criados, que é o resultado entre o número de contratações e demissões no período. Goiânia liderou ao registrar a criação de 4.273 empregos formais.

Em entrevista ao Jornal Brasil Central Edição da Noite, o secretário de Indústria, Comércio e Serviço, Joel Sant’Anna, está otimista com os números. “Isso mostra que o empresário goiano acredita na nossa economia, é trabalhador, e acredita no nosso Governo também”, afirmou. Para a analista de atração de talentos da MRV, Jeiza Nayara da Silva Coelho, isso é resultado da reestruturação do mercado com a diminuição dos casos de Covid. “As empresas estão novamente aquecendo, buscando recuperar o que foi perdido nos tempos anteriores em por isso, as oportunidades estão retornando”, avaliou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.