Goiás é o segundo Estado do país em número de mortes por dengue

De acordo com dados da Secretaria de Saúde, são 35 mil casos registrados em 2022 e 6 mortes pela doença

O avanço da dengue em Goiás fez o Estado chegar a segunda posição em número de mortes pela doença em 2022, com 6 casos já nos primeiros 3 meses do ano. Apenas a Bahia está a frente. Além disso, os goianos lideram uma lista com mais casos confirmados da doença no país, chegando a 35 mil contaminados.

Durante entrevista exibida no Jornal Brasil Central Edição da Noite desta segunda-feira (21), O coordenador estadual de Dengue, Zika e Chikungunya da Secretaria de Saúde de Goiás, Murilo do Carmo, afirmou que vários fatores contribuiriam para estes resultados ruins no estado, como a circulação de dois tipos de vírus, a dengue tipos 1 e 2. "Nós temos um intenso período chuvoso no Estado de Goiás. Isso fez com que aumentasse a oferta de água nos criadouros e aumentasse a quantidade de Aedes aegypti. Somado a isso, a baixa adesão da sociedade em ajudar o poder público a conter o avanço dessa doença", analisou.

Em resposta ao grande número de doentes e recorde de casos fatais, Murilo do Carmo falou das ações que estão sendo tomadas pela Secretaria da Saúde, como aquisição de bombas pesadas para veículos (conhecidas como carros fumacês), inseticidas e medicamentos. Além da qualificação dos profissionais de saúde para diferenciar os casos de dengue, covid, chikungunya, zika vírus e direcionar corretamente o tratamento para cada caso. "A nossa intanção com isso é minimizar o efeito da dengue na sociedade goiana", justificou.

ABC Digital 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.