Feirão do Emprego do governo de Goiás supera metas

O Feirão do Emprego do governo de Goiás movimentou a semana com 6 mil atendimentos até hoje, na emissão de documentos, encaminhamento de emprego, cursos profissionalizantes e confecção de documentos

O governo de Goiás, com diversas secretarias e órgãos, realiza nesta semana até sábado, dia 22, em tendas instaladas na Praça Cívica, em Goiânia, o Feirão do Emprego, que até o momento, segundo o secretário da Retomada, César Moura, já conseguiu encaminhar ao emprego perto de mil pessoas. O Jornal Brasil Central desta quinta-feira, 20, veiculou matéria que mostrou a movimentação e deu informações ao público em geral que tem interesse para procurar os estandes, buscando os encaminhamentos também de documentação pessoal, cartões sociais e cursos profissionalizantes. Além disso, as pessoas podem pegar empréstimos do crédito social, se já tiverem o CadÚnico, ou um empréstimo da GoiásFomento, se quiserem empreender montando um negócio próprio.

O secretário disse estar contente, por bater as metas pré definidas. “A gente tem empresas hoje que já está medindo o uniforme das pessoas que foram contratadas no primeiro e no segundo dia. O casamento da intermediação das vagas com a entrevista deu super certo. Muitas pessoas estão pegando o encaminhamento, veem que está faltando um curso e estão fazendo a inscrição nos cursos de qualificação profissional. Já foram 6 mil atendimentos até agora. Nossa meta era sair com pelo menos 200 pessoas empregadas aqui no mutirão, mas vamos sair com perto de 1 mil pessoas empregadas até no último dia. Estamos batendo todos os recordes e vamos continuar, temos mais dois dias e meio aqui para a população vir buscar uma dessas vagas de emprego”, afirmou César Moura.

Observou que já houve 485 inscrições nos cursos de microempreendedorismo, como confeitaria básica, manutenção predial, alongamento de unhas, cabeleireiro e barbeiro, entre outros. Segundo ele, quem recebe o cartão Mães de Goiás tem um atendimento exclusivo, para buscar uma vaga de emprego. “Reforçamos às mães: mesmo que você consiga um emprego, não vai perder o seu benefício do Mães de Goiás”, acrescentou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.