FAPEG e CNPQ lançam edital para jovens doutores

O objetivo é a retenção de talentos em Goiás, com a destinação de bolsas e recursos para pesquisas. Inscrições estão abertas e seguem até 4 de novembro

O Governo de Goiás, através da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), lançou um programa de apoio à fixação de jovens doutores no Brasil , em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ). São 60 bolsas, com duração de 24 meses, para pesquisadores que tiverem finalizado o doutorado nos últimos 7 anos. O auxílio é de R$ 4.100 mensais, além de R$ 50 mil para investir na pesquisa. São reservadas 20 vagas para alunos da Universidade Estadual de Goiás (UEG), como explicou o presidente da Fapeg, Robson Vieira, em entrevista veiculada no Jornal Brasil Central Edição da Noite desta segunda-feira, 10. “Escolhemos a UEG devido a sua capilaridade e queremos também reforçar a pós-graduação na instituição, e, por isso, destinamos 30% das nossas vagas para a UEG”, detalhou.

O tema também foi assunto de entrevista ao vivo no estúdio com o diretor científico da Fapeg, Marcos Arriel. Ele esclareceu que os projetos têm como prioridade algumas áreas, como biotecnologia, inteligência artificial, agronegócio, logística e moda. “A Fapeg tem priorizado a valorização do pesquisador para a retenção de talentos. Esse edital vem para proporcionar que aquele pesquisador formado aqui, ou até mesmo formado fora, venha desenvolver sua pesquisa aqui no estado. Uma pesquisa aplicada, que venha entregar resultados, para que não tenhamos a chamada fuga de cérebros. Assim, criamos condições para reter o pesquisador de alta performance em Goiás”, reforçou.

As inscrições estão abertas no site da Fapeg e seguem até o próximo dia 4 de novembro. O programa prevê a destinação de R$ 9 milhões ao longo de 2 anos.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.