Faculdade da PM pesquisa vacinas tríplice viral e influenza na prevenção à Covid-19

Coordenador-geral acadêmico da instituição explicou à RBC o objetivo da pesquisa e como proceder para se tornar voluntário do estudo

A Faculdade da Polícia Militar de Goiás abriu as inscrições para voluntários que queiram participar da pesquisa que vai estudar os resultados das vacinas da influenza e tríplice viral na eficácia contra a Covid-19. O projeto é desenvolvido em parceria com a Fundação Tiradentes e financiado pela Universidade Radboud University Medical Center da Holanda. E terá ainda a supervisão dos maiores especialistas do mundo em vacinas.

Para falar sobre o assunto, o tenente-coronel Sérgio Henrique Nascente Costa foi entrevistado nesta quarta-feira, 16, no programa O Mundo em sua Casa das rádios Brasil Central AM e RBC FM. Ele é coordenador-geral acadêmico da Faculdade da PM e doutor em Ciências da Saúde.

Segundo o tenente-coronel, o objetivo principal é buscar avaliar a proteção inespecífica induzida pelas vacinas da influenza e tríplice viral. Ou seja, verificar se essas vacinas propiciam a formação da chamada memória inata imunológica, ou imunidade treinada, que acaba gerando efeitos inespecíficos em relação a outras doenças infecciosas, entre elas a causada pelo vírus SARS-CoV-2.

Voluntários

Ele explicou que a captação dos voluntários para a pesquisa está sendo conduzida pela equipe de comunicação da Fundação Tiradentes. Inicialmente  será priorizada a participação de voluntários desta fundação, tais como familiares dos policiais militares de Goiás e pensionistas, bem como seus colaboradores e parceiros.

Acrescentou que, quem deseja se voluntariar, deve acessar o site da Fundação Tiradentes (www.tiradentes.org.br) ou o seu Instagram (@fundacaotiradentes), onde estão disponíveis todas as informações sobre a pesquisa.

ABC Digital 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.