EXCLUSIVO: “Salvamos Maguito na unha”, diz médico do Albert Einstein

TBC é a única emissora goiana na capital paulista, acompanhando de perto a evolução do tratamento do candidato contra a Covid-19 

De todos os momentos em que Maguito Vilela esteve na UTI, sem dúvida, o momento mais difícil foi no dia da eleição, 15 de novembro, houve uma mobilização da equipe médica para reverter o quadro, o que acabou acontecendo”, afirmou, com exclusividade, um médico do Hospital Albert Einstein.   

A TV Brasil Central está em São Paulo, acompanhando a evolução do tratamento do candidato a prefeito de Goiânia Maguito Vilela, que luta contra complicações causadas pela Covid-19. A Brasil Central é a única equipe de TV goiana que está na capital paulista, fazendo essa cobertura jornalística. 

O repórter Pedro Henrique Rabelo conversou com o médico, que preferiu não se identificar, na manhã desta sexta-feira. O profissional ressaltou que o último domingo, dia das eleições, foi crucial no tratamento. “No domingo salvamos Maguito na unha”. O médico disse ainda que o tratamento da Covid19 é uma montanha russa, cada dia o paciente pode estar em um estado diferente. 

Jornalismo  

No domingo, durante o programa especial sobre as eleições, De Olho no Voto, o apresentador Paulo Beringhs já havia noticiado que o estado e saúde do candidato sofreu uma piora.  Diante dessas informações e da quantidade de fake news divulgadas em redes sociais, a TV Brasil Central enviou a equipe de reportagem para cobrir in loco todos os fatos sobre a saúde de Maguito. Desde então, a reportagem tem apresentado fatos obtidos com exclusividade e desmentido informações inverídicas divulgadas por redes sociais.  

Entenda o caso  

No dia 19 de outubro último, Maguito Vilela suspendeu a agenda de campanha por suspeita de estar contaminado pelo novo coronavírus. Segundo a assessoria, dois dias antes ele teve sintomas de um resfriado, com perda de voz e coriza. No dia seguinte ele divulgou em suas redes sociais que havia testado positivo para a Covid-19. 

No dia 22 de outubro, o candidato emebebista foi internado no Hospital Órion, em Goiânia, para dar continuidade ao tratamento contra a doença. Cinco dias depois, foi diagnosticado com 50% dos pulmões comprometidos. 

No dia 27 de outubro, Maguito Vilela foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. No hospital, ele ficou internado na UTI e foi entubado. No dia 8 de novembro teve uma melhora e saiu da ventilação mecânica. No último dia 15, o quadro de saúde do candidato piorou, e houve a necessidade dele ser novamente entubado. Agora ele passa também por diálise. 

Mais informações sobre o estado de saúde de Maguito Vilela você confere, a qualquer momento, na programação da TBC. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.