Evento debate as ações de inovação no Estado de Goiás

A 19ª edição da Semana Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação foi promovida pela Sedi e Fapeg, em parceria com o Sebrae-GO

Terminou nesta quinta-feira, 20, a 19ª edição da Semana Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação promovida pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), em parceira com o Sebrae-GO. O evento foi realizado no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Entre outros assuntos, foi discutido o futuro da pesquisa científica e das novas tecnologias nas ações do governo, conforme mostrou reportagem veiculada no programa O Mundo em sua Casa desta sexta-feira, 21.

A mesa-redonda sobre o tema A Inovação no Estado de Goiás em 2023, Ações do Plano de Governo e Parceiros, aconteceu no período da manhã de ontem. O debate reuniu secretários e gestores ligados à área de tecnologia e inovação e pesquisa científica da Universidade Estadual de Goiás (UEG) e do Sebrae. Eles discutiram as ações que foram implementadas no Governo, como a Plataforma Expresso 2.0, que presta serviços digitais ao cidadão. Também apresentaram os projetos previstos para 2023, como a criação de um fundo para investimento em Ciência e Tecnologia, e o início da instalação de uma rede de 6 mil quilômetros de fibra ótica para internet de alta velocidade.

Marco Legal

O titular da Sedi. César Pereira, explicou que o evento envolveu governo, universidades, escolas, empresas e outros parceiros. “É um momento em que várias instituições ligadas à ciência vêm fazer as suas entregas”, afirmou. Foi debatida também a criação do Marco Legal da Ciência. Tecnologia e Inovação do Estado de Goiás. O projeto de lei foi enviado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa. O relator é o deputado estadual Virmondes Cruvinel. Segundo ele, o Marco Legal já foi aprovado pelos parlamentares em primeira votação.

O secretário de Governo, Adriano Rocha Lima destacou a importância de se investir em ciência e tecnologia, dentro e fora do governo. “A sociedade precisa de ideias novas, ela precisa de novas formas de resolver seus problemas, de facilitar a vida das pessoas, então a ciência está aí para isso”, ponderou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.