Estiagem exige consciência e uso racional da água para evitar falta

Vazão do Rio Meia Ponte está menor este ano do que no mesmo período do 2020. Previsão de chuvas mais abundantes em Goiás somente a partir de meados de outubro

A chegada mais cedo do período de estiagem este ano, bem como a irregularidade na distribuição das chuvas durante o verão, são fatores que culminaram com o agravamento do período seco em 2021, com menor disponibilidade de água para consumo humano e para os segmentos produtivos. Diante disso, é fundamental que as pessoas tenham consciência sobre o uso racional do líquido, de modo a evitar que haja racionamento durante a seca. O alerta foi feito hoje, 7, pela superintendente do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Saneago, Camila Roncato, em entrevista ao programa O Mundo em Sua Casa das rádios Brasil Central AM e RBC FM.

“Temos agora uma situação pior que no ano passado. Por isso é fundamental que os consumidores urbanos, industriais, produtores rurais e o setor elético se conscientizem quanto ao uso racional da água”, enfatizou a superintendente da Saneago. Ela informou ainda que o Rio Meia Ponte é responsável pelo abastecimento da metade de Goiânia, além de outros cidades à montante e à jusante de seu leito. Camila Roncato explicou que no âmbito do Comitê de Bacia do Rio Meia Ponte, que é integrado por representantes das indústrias, da Secretaria do Meio Ambiente (Semad), dos produtores rurais e do setor elétrico, são realizadas avaliações constantes sobre a vazão do rio, com adoção de medidas baseadas nos níveis de atenção, alerta e criticidade, como forma de garantir o abastecimento.

Indagada sobre alternativas para melhorar a oferta de água, a superintendente da Saneago explicou que a Semad tem conseguido negociar com produtores rurais que possuem reservatórios em suas propriedades, para que, nos momentos críticos, liberem água dessas represas, o que aumenta a vazão do Meia Ponte. Camila Roncato alertou a população para fazer sua parte. “Evitem escovar dentes e lavar louças com torneiras abertas; reduzam o tempo de banho; aproveitem a água usada na lavagem de roupa para aguar plantas e lavar quintais e evitem vazamentos”, listou ela, ressaltando que medidas simples ajudam a economizar água e reduzir o valor da conta.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.