Especialista explica como Lázaro Barbosa consegue sobreviver em regiões de matas

Coronel Leite, que é especialista em sobrevivência, discorre sobre recursos naturais e possibilidades que contribuem para a sobrevida em um meio hostil por longo período

Entrevistado hoje, 22, no programa O Mundo em Sua Casa das rádios Brasil Central AM e RBC FM, o coronel Edmilson Leite Guimarães Filho, conhecido como Coronel Leite, explicou de forma detalhada as condições para que uma pessoa sobreviva em ambientes adversos, mesmo em períodos prolongados. Especificamente sobre o caso de Lázaro Barbosa, que está na mira das forças policiais há quase 14 dias, Coronel Leite diz que ele tem encontrado recursos básicos como água, alimento e algum local em que possa descansar, mesmo vivendo uma condição de adrenalina elevada o tempo todo.

Na sobrevivência em florestas, principalmente, os oito pontos-chaves são água, alimento, abrigo, fogo, temperatura corporal, orientação, deslocamento e sinalização. No caso de Lázaro, Coronel Leite diz que ele não possui todos esses recursos, mas quando tem água, alimento e algum descanso já é suficiente para garantir a sobrevivência. “Alimentos podem ser animais, frutas, raízes, palmito e até mesmo alguma iguaria obtida nas fazendas que ele ataca. Quanto à água, pode ser encontrada com facilidade no bioma Cerrado, que é onde ocorrem as buscas”, ressaltou. O coronel observou que o sono também é fundamental e, por certo, ele não tem conseguido dormir bem pela situação vivida, mas ainda assim tem alongado sua sobrevivência.

Indagado sobre o alongamento da sobrevivência de Lázaro nas matas, fugindo inclusive de cães farejadores e outros meios usados pela polícia, ele explicou que o fugitivo demonstra ter conhecimento de sobrevivência em matas e usa táticas para despistar os perseguidores. “Os cães são muito eficientes nesses tipos de busca e localização, mas quando a pessoa caminha em terra seca e depois utiliza cursos d'água, a situação se complica porque os cães perdem a trilha e o roteiro. Depois têm de recomeçar em outras pistas”, asseverou. Coronel Leite finalizou dizendo acreditar que o criminoso será encontrado e preso, vencido pelo cansaço e pelas estratégias adotadas pelas forças policiais.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.