Em live hoje, os médicos Ronaldo Caiado e Zacharias Calil pediram solidariedade e muito cuidado com a Covid-19

Governador prorrogou os prazos de vencimento do IPVA e do licenciamento de veículos e Calil disse que Caiado está tomando as medidas corretas

Repórter Jânio Rodrigues, governador Ronaldo Caiado e deputado federal Zacharias Calil em live veiculada pela ABC

O médico e governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e o também médico e deputado federal Zacharias Calil pediram, em live hoje, 30, aos veículos da Agência Brasil Central (ABC), que as pessoas tenham paciência e sejam solidárias nesse momento de crise pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Caiado apresentou o novo calendário de pagamento do IPVA e licenciamento veicular, observando que os veículos com placas finais 1, 2, 3, 4, 5 e 6 terão prazos de vencimento prorrogados para 6 de agosto deste ano; de final 7, para 3 de setembro; de final 8, para 6 de outubro; os de final 9 passam para 5 de novembro, e de final zero o vencimento vai para 30 de novembro.

Zacharias disse que a doença é muito séria, que o governador está tomando as medidas corretas, que a bancada federal de Goiás está toda unida neste momento de crise, destinando recursos para o combate ao novo coronavírus, que aprovou projeto de lei que destina a merenda escolar às famílias que tenham estudantes que estão com as atividades letivas suspensas, que aprovaram também o atestado médico por e-mail e a prorrogação da receita até dezembro deste ano e o atendimento por telemedicina, para evitar aglomeração.

“O governador e o ministro da Saúde não jogam para a plateia, quando propõem a quarentena, porque estão preocupados com a saúde da população. Apesar de ser deputado federal, continuo pensando como médico e é melhor está em casa com dificuldade do que estar internado em um hospital”, afirmou Zacharias, acrescentando que há muitos médicos morrendo com a Covid-19. Ele se posicionou contrário à proposta de isolamento vertical, como defende o presidente da República, Jair Bolsonaro. “Não é o momento para o isolamento vertical. O presidente pensa diferente do que nós médicos, diferente também do que preconiza o mundo inteiro, as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, assinalou.

Nos ajudem

Caiado voltou a pedir a ajuda da população goiana para superar esse momento de muita dificuldade. “Façam doações de cestas básicas, entreguem à Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), para que ela distribua às comunidades mais carentes, que estão precisando mais neste momento”, afirmou, acrescentando que este deve ser um momento de total solidariedade, para salvar vidas, principalmente dos mais carentes.

Disse ainda que Goiás foi o primeiro estado a declarar quarentena, quando não tinha nenhum caso por aqui, agradeceu aos deputados federais e senadores goianos pela colaboração que têm dado neste momento e reiterou que fará videoconferência, a partir do dia 4 de abril, com os representantes da sociedade goiana para avaliar como está a curva de infectados. A partir daí, observou, as novas medidas serão tomadas.

A live na íntegra pode ser vista na página da RBC FM no Facebook.

ABC Digital