Eixo Anhanguera recebe 60 novos ônibus para reforçar a frota

Novos veículos foram oferecidos por empresas privadas por meio de parceria; solução é emergencial para o período que antecede a licitação dos ônibus elétricos

Clique na imagem para assistir a matéria

Os novos ônibus apresentados pelo governo do Estado vão ampliar a frota do Eixo Anhanguera, uma das principais linhas de transporte coletivo da capital. A medida, em parceria com as prefeituras de Goiânia e de cidades da Região Metropolitana, visa oferecer mais qualidade ao transporte de passageiros. Ao todo são 80 ônibus novos, chegando a um total de 110 veículos circulando na rota. Os novos veículos ingressarão no Eixo nos próximos 180 dias, em caráter emergencial, com objetivo de desafogar a demanda do sistema, até que uma nova frota elétrica entre em funcionamento, depois do processo licitatório em andamento. "Com o adiamento do leilão, tivemos que dar uma solução de contingência, provisória, para atender a população. Nossa preocupação é garantir que a população seja atendida com mais oferta de ônibus", explicou o presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, em entrevista exibida no Jornal Brasil Central Edição da Noite desta quarta-feira (29).

Com a grande demanda de passageiros e problemas nos antigos ônibus, os novos chegam para dar mais conforto e agilidade às viagens e melhorias nos veículos. "Aquele que saiu cedo, de madrugada, porque tem que chegar no horário, e o ônibus ainda quebra. Imagina bem o estado de humor desse cidadão. É o tempo todo trabalhando, buscando soluções. Se Deus quiser, vamos dar conta de fazer esse trânsito ficar lindo", garantiu o governador Ronaldo Caiado.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.